Procuradoria do Trabalho abre inquérito sobre extrapolação de jornada na agência do BNB de Granja

16


Inquérito civil contra o Banco do Nordeste por extrapolação de jornada de trabalho foi instaurado pela Procuradoria Regional do Trabalho da 7ª Região no município de Sobral. O inquérito presidido pela procuradora Ana Valéria Targino de Vasconcelos teve sua primeira audiência realizada no último dia 6/9, às 11h, na presença do advogado e do gerente do BNB de Granja, unidade operadora que originou a denúncia, e de diretores e advogada do Sindicato dos Bancários do Ceará.


Na ocasião, os representantes do BNB disseram que a situação de extrapolação de jornada em Granja já havia sido regularizada. A versão do Banco foi contestada pelos dirigentes sindicais que afirmaram serem corriqueiras as denúncias de trabalho fora da jornada de seis horas em quase todas as unidades bancárias do BNB.


Diante do impasse foi proposto um prazo de até 60 dias para o Sindicato realizar uma nova verificação de ocorrência naquele e em outras agências do BNB no Estado. Findo esse prazo será convocada nova audiência pela Procuradoria Regional do Trabalho visando o encaminhamento de soluções para o problema.


Posse – Enquanto o SEEB/CE estava cuidando de assuntos da mais alta relevância para o corpo funcional do BNB ocorria em Fortaleza a posse do novo presidente do Banco, Ary Joel Lanzarin, com a presença do ministro da Fazenda, Guido Mantega, e outras autoridades do governo.


O Sindicato espera que o novo presidente saiba utilizar o prestígio demonstrado em sua posse para conseguir o atendimento de demandas históricas do funcionalismo, dentre as quais a implantação do ponto eletrônico, a revisão do PCR com valorização do salário de ingresso, fim da terceirização e convocação imediata dos concursados, entre outras.