Quatro ataques a bancos em uma semana no Ceará

8

Na última semana aconteceram quatro ataques a bancos no Ceará, inclusive com reféns, que só reforçam a necessidade de mais investimento em segurança tanto do poder público quanto por parte dos bancos.


No último dia 5/3, uma dupla armada praticou um assalto, tipo “saidinha bancária”, em frente ao Banco do Brasil de Quixeramobim, conseguindo levar R$ 73.260,00. Uma mulher foi feita refém pelos assaltantes, mas foi liberada logo em seguida. A polícia conseguiu prender os acusados e reaver o dinheiro roubado.


No dia 7/3 foram mais dois ataques. Durante a madrugada, bandidos fortemente armados renderam um vigilante de um posto de combustíveis na CE-090, no Icaraí (Caucaia). No local funciona um caixa eletrônico do Banco do Brasil. Após render o único vigilante do posto, os bandidos usaram um maçarico e arrombaram o caixa. O segurança ficou amarrado e só foi libertado quando outros funcionários do posto chegaram para trabalhar por volta de 8h.


Já pela manhã, em Horizonte, a família de um tesoureiro do Banco do Brasil foi feita refém e o bancário obrigado a abrir os caixas eletrônicos e os cofres do banco. Os bandidos levaram todo o dinheiro e só libertaram a família do tesoureiro em Fortaleza, no bairro Vila Velha. O circuito interno do banco foi completamente destruído pelos assaltantes.


No dia 8/3, bandidos invadiram, durante a madrugada, a agência do Banco do Brasil de Pacoti, no Maciço de Baturité. Os acusados arrombaram a parede que dá acesso à sala do cofre da agência e tamparam com um papelão a câmera de segurança instalada na sala. Os ladrões, no entanto, não conseguiram arrombar o cofre e a ação só foi percebida por volta de 8h da manhã, quando os funcionários começaram a chegar para trabalhar.


Já foram contabilizados seis ataques a bancos apenas no mês de março, sendo 18 ataques apenas nos três primeiros meses de 2012. No mesmo período de 2011 foram apenas cinco ataques.