Questões específicas da Previ são debatidas em Fortaleza

45

“Apresentar os resultados, ouvir questionamentos e esclarecer dúvidas”. Foi com esse objetivo que representantes da Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (Previ) e seus associados reuniram-se no dia 26/3 em Fortaleza. O encontro integrou uma série de eventos promovidos pela Previ para fortificar o diálogo com a base.


Para o diretor de investimento da Previ, indicado pelo Banco do Brasil, Rinaldo Magalhães, “o encontro foi bastante produtivo; o auditório estava lotado, e isso mostra o interesse que os associados têm pela Previ”. Segundo ele, o tema principal da discussão foi como será utilizado o superávit da previdência. “A principal reivindicação é a melhoria do benefício para pensionistas (viúvas de associados) e melhoria do benefício para aposentados por invalidez”.


A Previ registrou, no ano de 2004, superávit de R$ 9,7 bilhões. No ano passado, ela apresentou patrimônio de R$ 138,2 bilhões. O aposentado Nemias Freitas considera que “o encontro foi esclarecedor, pois foram levantadas várias questões relevantes para os aposentados”.


O diretor de seguridade em exercício da Previ, indicado pelos associados, Lúcio Prieto, ressaltou a importância da participação dos associados. “As pessoas estão cobrando que a Previ seja bem administrada. As questões colocadas no debate serão levadas para as discussões com a diretoria do banco”.