Receita autua Itaú em R$ 18,7 bilhões por causa da fusão com Unibanco

21


O Itaú Unibanco recebeu um auto de infração da Receita Federal no valor de R$ 18,7 bilhões a respeito de não recolhimento de tributos em 2008 no âmbito do processo de fusão entre Itaú e Unibanco. Segundo comunicado feito pelo Itaú Unibanco, R$ 11,8 bilhões referem-se à cobrança de Imposto de Renda e outros R$ 6,7 bilhões estão relacionados à Contribuição Social sobre o Lucro Líquido.


“No entendimento da Receita Federal, a companhia teria deixado de recolhê-los, em relação ao exercício de 2008, no âmbito da operação societária”, diz o banco. Para a Receita, de acordo com o Itaú, “deveriam ter sido realizadas operações societárias de natureza diversa, que teriam gerado um ganho tributável”.


O banco contesta o auto de infração agora e considera “remoto” o risco de perda, seguindo entendimento de seus advogados e assessores externos. “O Itaú Unibanco reafirma que as operações realizadas em 2008 foram legítimas”, diz o banco.