Reintegração de ex-funcionários é discutida em audiência pública

67

A Comissão de Trabalho, de Administração e de Serviço Público da Câmara dos Deputados promoveu no dia 29/11, audiência pública para discutir o Projeto de Lei 512/07, que prevê a reintegração no emprego de funcionários do Banco do Brasil demitidos sem justa causa entre 1995 e 2002. A audiência foi realizada em Brasília e sugerida pelo relator da matéria, deputado Roberto Santiago (PV/SP).


O projeto de lei dos deputados Daniel Almeida (PCdoB/BA) e Chico Lopes (PCdoB/CE) pretende cobrar do Banco do Brasil reparação diante das injustiças com seus empregados. O mesmo está em análise na Comissão e reverte uma pequena parte dos problemas que o funcionalismo do BB enfrentou durante os oito anos de governo FHC. Foi um período de fortes ataques aos direitos, inclusive com o afastamento de 36 mil bancários que foram obrigados a pedir demissão do Banco do Brasil e que agora têm chance de ser reintegrados.


O Banco do Brasil foi representado pelo diretor de Recursos Humanos Juraci Masieiro, que na sua intervenção, reconheceu que houve autoritarismo no processo de demissões neste período. No entanto, logo depois, alegou um estranho “voto de silêncio”, pois o BB está em um processo de oferta de ações.


O Sindicato dos Bancários do Ceará esteve representado pela diretora Ana Ximenes e pelo diretor Carlos Eduardo, que também representou a Contraf-CUT.