Representação do ramo financeiro está entre as prioridades

10

Alcançar a efetiva representação de todos os trabalhadores do ramo financeiro e combater a precarização do trabalho no setor. Esses são alguns dos objetivos prioritários da nova direção da Contraf-CUT, definidos no Seminário de Planejamento realizado nos dias 26 e 27 de maio, em Atibaia, interior de São Paulo.


“Tivemos um encontro muito positivo e conseguimos definir um plano de ação factível até o final de 2010″, avalia Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT. “Foi um passo importante dar à nova equipe uma visão mais ampla do papel e dos objetivos da confederação e coordenar o trabalho”, avalia.


Entre as ações decididas, está a realização de um seminário com a executiva da Contraf-CUT a respeito da representação do ramo, buscando socializar informações sobre o atual estágio desse processo e envolver toda a diretoria na criação de uma proposta de ação mais eficiente. Além disso, serão publicados os Cadernos da Contraf, publicações temáticas para informar os dirigentes sindicais de todo o país a respeito do cenário geral em diversos temas, como formação, saúde e condições de trabalho, igualdade de oportunidades, ramo financeiro, entre outros.


“Acredito que demos um passo importante para fazer com que nosso mandato seja o mais produtivo possível e que renda bons frutos para todos os trabalhadores do ramo financeiro”, avalia Marcel Barros, secretário-geral da Contraf-CUT.