Retratos e memórias de uma Fortaleza jovem

25

Está aberta para visitação no Memorial da Cultura Cearense – Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, a exposição “Viva Fortaleza 1950-2010”. As obras revelam através de imagens e textos os hábitos de fortalezenses comuns que viviam em diversos locais da capital. O acesso é livre. Construídos pela Terra Luz Editorial através do projeto Memórias da Cidade, a exposição e o livro “Viva Fortaleza 1950 – 2010” revisitam espaços públicos e promovem reflexões sobre as mudanças decorrentes da dinâmica do crescimento urbano, a reorganização do espaço público e as práticas econômicas que se deslocaram para outros nichos.


A obra também conta com fotografias atuais e textos de autores que conhecem bem o cotidiano de Fortaleza. Palavras e imagens dialogam entre si num encontro de linguagens, revelando as referências pessoais e as interpretações de seus autores sobre a cidade. Os textos são assinados por escritores, jornalistas e outros pensadores e remetem a aspectos históricos, culturais, sociais, arquitetônicos e afetivos.


Em um resgate da cidade entre as décadas de 1950 e 90, a editora Terra Luz Editorial recebeu fotografias e cartões-postais de fortalezenses, que abriram os acervos pessoais a fim de contribuir com a documentação iconográfica de Fortaleza. Esse registro é enriquecido com imagens de objetos que marcaram época, entre os quais, álbuns de família, eletrodomésticos, peças decorativas e artigos de vestuário.

Acessibilidade – No Memorial da Cultura Cearense, a exposição terá conteúdos adaptados para deficientes visuais e auditivos, além da acessibilidade física do espaço. O Projeto Acesso disponibiliza recursos materiais e multimídia para tornar esse conhecimento aberto a todos os públicos. O núcleo de ação educativa do MCC realiza atividades pedagógicas e visitas guiadas especiais para diversos grupos.

Serviço:
Exposição “Viva Fortaleza 1950-2010” – Exibição de imagens da cidade de Fortaleza de 1950 aos dias de hoje.

Horário de funcionamento: Terça a domingo e feriados, das 14h às 21h (acesso até 20h30). Acesso livre. Mais informações: (85) 3488 8611.