Reunião debate ação da equiparação das comissões

13

No próximo dia 7/5, a Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB/Contraf-CUT) e o Sindicato dos Bancários do Ceará (SEEB/CE) devem se reunir com a direção do banco para a primeira negociação específica sobre a ação de equiparação das comissões dos funcionários do BNB às do Banco do Brasil. A reunião foi definida durante a última rodada de negociação permanente que ocorreu nos dias 8 e 9/4, em Fortaleza. A superintendente de Desenvolvimento Humano do BNB, Eliane Brasil, sugeriu que o passivo fosse discutido de forma específica com a entidade.


A expectativa é que, durante a reunião, o banco apresente seu posicionamento sobre a notificação judicial que recebeu no último dia 8/4, relativa à execução da ação movida pelo SEEB/CE.


Numa reunião realizada no último dia 17/4, na sede do SEEB/CE, o coordenador da Comissão Nacional e diretor do SEEB/CE, Tomaz de Aquino apresentou aos funcionários do BNB as últimas informações sobre a ação. Na ocasião, Tomaz informou aos presentes a perspectiva da CNFBNB/Contraf-CUT e do SEEB/CE da possibilidade de um acordo com o banco.


“A expectativa de acordo é bastante plausível, uma vez que os beneficiários da ação estão abertos à negociação e dispõem-se a aceitar alternativas para composição de uma proposta final de acordo”, afirmou Tomaz de Aquino.

HISTÓRICO – A ação da equiparação tramitou durante 18 anos na Justiça do Trabalho e foi ganha em todas as instâncias pelo Sindicato, não cabendo qualquer recurso de mérito. Encontra-se agora em fase de execução, tendo o Sindicato apresentado os cálculos relativos ao processo. O BNB terá um prazo determinado pela Justiça para se pronunciar sobre os valores.