Reunião debate problemas das agências do Banco do Brasil

22

Em reunião, no dia 24/11 na SUPER CEARÁ (Superintendência do Banco do Brasil), os diretores Bosco Mota, Carlos Eduardo e Plauto Macedo debateram com o gerente de administração da SUPER CEARÁ, Luiz Antonio Schuber e com o superintendente de varejo do Ceará, Marcos Luiz Galles, assuntos como cobrança de metas e questões gerais das agências do Banco do Brasil.

A pauta principal da reunião foi a pressão por metas cobradas para os funcionários. No ano de 2006 na GEREV Fortaleza houve rodízio de gerentes de agência porque o resultado foi insuficiente, inclusive da capital para o interior.

No interior, a falta de funcionários nas agências e a grande demanda de trabalho está prejudicando os funcionários que trabalham em ritmo dobrado. A SUPER CEARÁ se comprometeu, na reunião, em mandar um técnico para as agências que estivessem com dificuldades.

“Esperamos que no ano de 2007, o acordo de trabalho das agências seja melhor discutido em conjunto com os funcionários, e que ele seja participativo, ao invés de impositivo. Que seja de acordo com a potencialidade de cada município”, declara o diretor Bosco Mota.