Reunião na agência Caucaia enfatiza a necessidade da mobilização

15

Os diretores do Sindicato dos Bancários do Ceará, funcionários do Banco do Brasil fizeram mais uma reunião de mobilização para a campanha salarial 2008. Dessa vez, a unidade escolhida foi a de Caucaia, na região metropolitana de Fortaleza.


Os diretores Ana Ximenes, Bosco Mota e Henrique Ellery deram informes e fizeram um debate com os funcionários sobre a campanha salarial. Ellery explicou a composição do índice reivindicado esse ano, de 13,23%. “Índices enormes eram pedidos em outra realidade econômica. A realidade de agora é lutar por ganho real, priorizando também as cláusulas sociais e de condições de trabalho”, afirmou ele.


Ellery ressaltou ainda a estratégia da luta pelo piso salarial de acordo com o mínimo do Dieese, calculado hoje em R$ 2.074,00. A reivindicação dos bancários institui o piso escalonado em três anos: 50% em 2008 (em torno de R$ 1.400,00); 25% em 2009 e 25% em 2010, de acordo com o piso do Dieese nesses anos. “Isso vai refletir diretamente na casa salarial dos planos de cargos dos bancários”, explicou.


Os diretores criticaram ainda as metas abusivas cobradas pelo BB e condenaram a prática da lateralidade, que figura como fraude trabalhista e desvio de função. “Além de lutar por um ganho real, melhor PLR e outras cláusulas econômicas, é preciso que os funcionários do BB também lutem por melhores condições de trabalho e só com a mobilização é que conseguiremos novas conquistas”, convocou Ana Ximenes.


O diretor Bosco Mota também enfatizou a necessidade da mobilização e informou que o Sindicato deve realizar outras reuniões nas unidades do BB. “Estamos fazendo essas reuniões por agência para conscientizar os funcionários da importância da mobilização e que só com pressão é que vamos fazer valer nossos direitos”, concluiu.