Revista do Brasil completa 5 anos, revisita histórias e revê personagens

21

A Revista do Brasil completa cinco anos neste mês de junho. A publicação, lançada em 2006, consolida-se com um serviço de comunicação prestado pelo movimento sindical para aqueles que são a sua razão de ser: os trabalhadores e suas famílias. Algumas reportagens da edição 60 foram buscar histórias de personagens que já foram assunto de capa.


Como a adolescente que engravidou precocemente, aos 16 anos, hoje cria o filho de três, namora, estuda e toca a vida. A professora amazonense que fez o curso de promotora legal popular e até hoje se engaja em ações de prevenção à violência contra a mulher. O jovem que aprendeu a dançar por força de projetos sociais e hoje retribui com sua técnica de dançarino ensinando outros jovens. O metalúrgico desempregado que viu sua cidade, Nova Friburgo, ser destruída pelas chuvas de janeiro e como hoje, cinco meses depois, está a situação da região serrana do Rio. O trabalhador que foi libertado de uma fazenda no Pará e sobre como sua experiência de hoje pode ajudar a luta pela erradicação da escravidão contemporânea.


Esses e outros personagens lembrados na edição ilustram a busca da RdB pelo jornalismo com foco nas pessoas que dão exemplos de atitudes que fazem a diferença na construção de uma vida melhor para sua comunidade e seu país – sem deixar de ser crítica com o que ainda precisa ser feito.


A revista de junho traz ainda entrevista exclusiva com o ator Danny Glover, que esteve no Brasil na festa do 1º de Maio. Glover fala muito de cinema, ativismo social, de sua realização como pai e da importância do Brasil no combate à miséria na África, às desigualdades e à injustiça racial.


E também novas pesquisas sobre o impacto das humilhações por assédio moral no trabalho na vida das pessoas. A movimentação sindical global motivada por denúncias contra a multinacional Sodexo. As análises que colocam no devido lugar o debate em torno da situação econômica e das campanhas salariais que estão por vir.


Traz ainda uma saborosa reportagem sobre a importância dos grandes sanfoneiros brasileiros, a versatilidade do instrumento e sua influência na música moderna. Os artigos contundentes de Mauro Santayana e Lalo Leal Filho sobre temas da atualidade. E a divertida crônica de Mouzar Benedito. Nos próximos cinco anos tem mais.