Sindicato ajuíza ação contra transferências da reestruturação da Caixa Econômica Federal

40

O Sindicato dos Bancários do Ceará ingressou com ação civil pública contra a Caixa Econômica Federal, que foi distribuída para 8ª Vara da Justiça do Trabalho de Fortaleza, postulando, liminarmente, que a empresa se abstenha que de proceder qualquer transferência compulsória de seus funcionários que exercem cargos comissionados no exercício de funções técnicas, bem como suprimir qualquer adicional que esteja sendo pago a esses empregados.


O Sindicato solicita que, no julgamento final da ação reitera o pedido de condenação da Caixa Econômica Federal no cumprimento das medidas judiciais solicitadas em caráter liminar, bem como a nulidade de todas as transferências que venham ser consumadas.


A Ação Civil Pública foi distribuída para a 8ª Vara do Trabalho de Fortaleza, já foi despachado pelo Juiz que decidiu ouvir a empresa, no prazo de 5 dias, antes de apreciar o pedido de medida liminar apresentado pelo Sindicato. A Caixa já foi intimada, estando em curso o prazo assinalado pela Justiça.


“Esperamos que a decisão judicial leve em conta a luta dos empregados da Caixa e do Sindicato, na busca pelo respeito e humanidade no tratamento aos bancários, diante desse processo de reestruturação, que a empresa baixou sem diálogo com o movimento sindical e com a categoria trabalhadora”, disse Marcos Saraiva, diretor do SEEB/CE e empregado da Caixa.