Sindicato ajuíza ação para quem não integrou lista inicial e continua para quem não fez acordo

27


O Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Financeiro no Estado do Ceará ajuizará na primeira quinzena do próximo mês de junho novas ações de equiparação das funções em comissão de funcionários do BNB às do Banco do Brasil.


Serão contemplados com a busca desse direito todos aqueles funcionários que foram comissionados após o ingresso do processo 1.730/91, em agosto de 1991, e por esse motivo não integraram a lista inicial de beneficiários.


O Sindicato tem também até a primeira quinzena de junho para concluir o ajuizamento de ações autônomas em benefício daqueles funcionários que, constando da lista de beneficiários da ação, optaram por dar continuidade ao processo, em detrimento do acordo proposto pela direção do Banco do Nordeste do Brasil, homologado na 3ª Vara da Justiça do Trabalho de Fortaleza.


Prazos e documentação – O prazo para ingresso tanto das novas ações como das ações de continuidade do processo foi estipulado pela Justiça. Para observá-lo, é necessário que os interessados que cumprem o requisito fundamental estabelecido em sentença judicial, isto é, tenham sido comissionados em caráter efetivo no período compreendido entre 31/10/1998 e 31/08/1994, procurem imediatamente o Sindicato para se informar sobre a documentação necessária para o ajuizamento da ação.


O contato dos interessados com o Sindicato deve ser feito através do telefone (85) 3252 4266, falar com Osvaldo, e do e-mail cnfdobnb@gmail.com. Os contatos devem ser feitos no máximo até o dia 26 de maio deste ano, de forma a possibilitar o ingresso das ações até o prazo final estipulado pela Justiça – primeira quinzena de junho de 2017.


Já está disponível no site www.bancariosce.org.br a relação dos nomes de todos os beneficiários que não fizeram acordo e vão continuar com a ação. Confira se seu nome está contemplado.


Os colegas que não constavam da lista inicial por terem sido comissionados após o ajuizamento do processo, mas que agora, por decisão judicial, podem requerer o direito, também devem conferir no site do Sindicato se o seu nome já está relacionado. Caso contrário, providencie imediatamente a seguinte documentação: comprovante de endereço, RG, CPF e comprovante do que foi comissionado na base do Sindicato dos Bancários do Ceará no período de 31/10/1988 a 31/08/1994. Este comprovante pode ser: anotações na carteira profissional; cópia de contracheque (folha de pagamento do período) ou certidão emitida pelo Ambiente de Gestão de Pessoas do BNB.


“O Sindicato dos Bancários do Ceará permanece atento e firme na defesa dos direitos de seus associados, cumprindo assim sua missão de defender as conquistas dos integrantes da categoria neste momento de golpismo, ameaça à democracia e verdadeiro atentado às prerrogativas da classe trabalhadora”, Tomaz de Aquino, diretor do Sintraf-CE e coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB