Sindicato apoia Chapa 4 em eleição que acontece de 16 a 28/5

4


Participantes da Previ vão às urnas de 16 a 28 de maio para renovar as diretorias de Administração e de Planejamento e parte dos conselhos deliberativo, fiscal e consultivos dos dois planos de benefícios, o Plano 1 e o Previ Futuro. Quatro chapas disputam a eleição. O Sindicato dos Bancários do Ceará apoia a Chapa 4 – Unidade e Segurança na Previ, encabeçada por Wagner Nascimento, diretor do Sindicato de Belo Horizonte e membro da Comissão de Empresa dos Funcionários do BB, e por Célia Larichia, presidente da AAFBB, principal associação de aposentados do Banco do Brasil.


“Apoiamos a Chapa 4 porque é formada pelo movimento sindical e outras entidades do funcionalismo do Banco do Brasil e porque representa as forças que vêm administrando a Previ há anos, com grande êxito. Ela representa a unidade das entidades do funcionalismo e reúne combatividade e capacidade técnica para gerir nossa Previ”, afirma Gustavo Tabatinga, diretor jurídico do Sindicato.


Como votar – Os funcionários da ativa votam por meio do Sisbb. Os aposentados e pensionistas maiores de 18 anos votam pelo site www.previ.com.br (com senha) ou pelos fones 0800 723 0808 e 0800 031 0808, também com senha.


Conheça a Chapa 4 Unidade e Segurança na Previ
Diretor de Administração:

Wagner Nascimento (SEEB/Belo Horizonte)

Diretora de Planejamento:

Célia Larichia (AAFBB)


CONSELHO DELIBERATIVO

Titular: José Ricardo Sasseron (Contraf-CUT)

Suplente: Gilberto Matos Santiago (Conselho Deliberativo da AAFBB)


CONSELHO FISCAL

Titular: Reinaldo Fujimoto (Anabb)

Suplente: Sandra Miranda (Apabb)


CONSELHO CONSULTIVO DO PLANO 1

Titulares: Fernanda Duclós Carisio (Conselho Deliberativo da Cassi) e Jurandi Pereira do Nascimento (Sindicato da Paraíba).

Suplentes: José Luiz Barbosa (Sindicato de São José do Rio Preto) e Nei Rios (ex-presidente do Sindicato de Feira de Santana)


CONSELHO CONSULTIVO DO PREVI FUTURO

Titulares: Rosalina Amorim (Sindicato dos Bancários do Pará) e Pablo Diaz (Sindicato de Curitiba e coordenador estadual do Dieese do Paraná).

Suplentes: Kleytton Morais (Sindicato dos Bancários de Brasília) e Paulo Vinícius Santos (diretor nacional da CTB)

Confira algumas das propostas da Chapa 4


• Lutar para garantir que os associados do Plano 1 e do Previ Futuro tenham sempre um diretor, um conselheiro deliberativo e um conselheiro fiscal eleitos de cada plano na gestão.

• Lutar pelo fim do voto de minerva no Conselho Deliberativo.


• Valorizar os conselhos consultivos de planos.

• Lutar para que a Diretoria de Participações volte a ser eleita pelos associados.


• Apoiar projetos de lei que derrubem o voto de minerva.

• Lutar pela redução gradativa do percentual destinado à Reserva de Contingência.


• Criar Ouvidoria e serviço de assessoria financeira.

• Melhorar a comunicação da Previ com os associados.


• Administrar os planos de previdência dos bancos incorporados.

Para o Plano 1: Negociar a destinação imediata de todo superávit anual que exceder a reserva de contingência; priorizar a destinação de superávits para suspender contribuições e pagar benefícios temporários; lutar pelo aumento do teto de benefícios para 100% da média salarial; lutar pelo aumento do valor das pensões; lutar por novas reduções na Parcela Previ; alterar regulamento e implantar teto de benefícios.


Para o Previ Futuro: Lutar pelo resgate das contribuições patronais para quem se desligar do plano; lutar pela implantação de contribuições sobre a PLR; fazer campanhas de conscientização sobre perfis de investimento; aumentar os limites e prazos do empréstimo simples; aumentar os percentuais destinados ao empréstimo imobiliário; aumentar participação dos associados do Previ Futuro nas apresentações de resultados e eventos da Previ.