Sindicato apresenta Estatuto de Segurança na Câmara de Jaguaretama

14


O Sindicato dos Bancários do Ceará participou de audiência pública na Câmara Municipal de Jaguaretama, no dia 21/10, a convite dos vereadores locais, para debater o tema Segurança Bancária. O SEEB/CE apresentou a proposta do Estatuto de Segurança Bancária, a exemplo do que já existe em Fortaleza, sendo a ideia encampada pelos vereadores do município.


O objetivo da audiência, de iniciativa do vereador Dr. Emiliando (PT/CE), foi procurar caminhos de garantir mais segurança nas agências e um melhor atendimento à população. A Casa Legislativa vai iniciar um imediato estudo para criação de projeto de lei municipal, visando a segurança bancária.


Estiveram presentes à audiência os diretores  do SEEB/CE, Gustavo Tabatinga e Nemésio Júnior, os vereadores municipais e a prefeita do município, Ila Pinheiro.


Gustavo Tabatinga, do SEEB/CE, destacou que a ideia da entidade é dar aos vereadores de Jaguaretama subsídios para embasar o projeto de lei de segurança bancária a ser criado naquele município. Frisou que o Estatuto muda a ótica de tratamento dos bancos com as pessoas, colocando-as em primeiro lugar.


“O Sindicato tem valorizado muito essa parceria com o poder legislativo a fim de levar o Estatuto para todo o Estado e tentar inibir ações criminosas. Precisamos do apoio dos bancários e da população, que devem pressionar seus representantes nas Câmaras Municipais para que os vereadores se sintam motivados a implementar a lei de segurança bancária em seus municípios”, completou Gustavo Tabatinga.


Histórico – A campanha “Banco Legal é Banco Seguro” foi lançada em 2012, pelo Sindicato dos Bancários do Ceará, juntamente com uma proposta para criação do Estatuto de Segurança Bancária, na Câmara de Fortaleza, consolidando toda a legislação municipal sobre o tema. A ideia foi bem aceita e o Sindicato passou a apresentar o mesmo projeto para as demais Câmaras Municipais do Ceará, em municípios com cerca de 50 mil habitantes e mais de três bancos, para apreciação dos vereadores.


O  projeto do Estatuto de Segurança Bancária já foi apresentado pelo Sindicato em várias Câmaras Municipais e virou lei em Fortaleza, Tianguá e Crateús. Está tramitando em Acaraú, Barbalha, Pacajus, Horizonte, Maracanaú, Caucaia, Pacatuba, Itapipoca e agora Jaguaretama.