Sindicato atento às pressões para trabalho após registro eletrônico do ponto

9


Ciente do quadro deplorável de extrapolação de jornada de trabalho do BNB, principalmente nas agências, o Sindicato dos Bancários do Ceará estará acompanhando atentamente todo o desenrolar do processo de funcionamento do Registro Eletrônico de Ponto (REP) a ser iniciado nesta segunda-feira, 26/11, conforme mensagem divulgada pela área de gestão de pessoas, no último dia 20/11.


Por determinação da Procuradoria Regional do Trabalho (PRT) o SEEB-CE está visitando todas as unidades operadoras do BNB com o objetivo de constatar irregularidades nesse campo e elaborar relatório para instruir processo instaurado pela PRT do Ceará. As primeiras visitas já detectaram anormalidades no expediente dos trabalhadores de 6 e 8 horas, no BNB, inclusive a convocação para trabalho aos sábados.


O Sindicato pede aos funcionários que cumpram estritamente a sua jornada de trabalho e, ao registrar o ponto, guardem os recibos emitidos pelo equipamento, comprovando os seus horários de entrada e saída  do expediente e denunciem qualquer pressão de gestores para registrar o ponto e continuar informalmente no trabalho, pois assim procedendo estarão agindo contra si próprios e dificultando o trabalho sindical.


O SEEB-CE esclarece que não existe qualquer acordo com o BNB tratando de Banco de Horas que vise à compensação das horas extras trabalhadas. Se o gestor demandar serviço extraordinário, sob essa alegativa, não aceite. Registre o ponto nas horas efetivas de entrada e saída do trabalho, pois assim o tempo que extrapolar a jornada, ficará registrado e terá que ser pago como hora extra.