Sindicato cobra à direção do BNB atendimento às reivindicações

31

    

   


“Estou vermelho de raiva, para não ficar roxo de vergonha pelo desapreço do Banco com seu funcionalismo”. A mensagem da faixa já expressa a revolta dos funcionários do BNB com a morosidade do Banco, que há quase três meses não vem atendendo os apelos dos trabalhadores benebeanos, realizados através do Sindicato dos Bancários do Ceará e Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB/Contraf-CUT).


Na quarta-feira, dia 11/05, os funcionários do BNB paralisaram as atividades da agência da Bezerra de Menezes por duas horas para expressar sua indignação com a inércia da direção do Banco em discutir questões como os passivos trabalhistas, ponto eletrônico, plano de cargos e remunerações, efetivação de contratação dos aprovados no concurso realizado em 2010 e isonomia para novos funcionários. A última rodada de negociação aconteceu no dia 17/2.


Outro ponto manifestado foi a indefinição na indicação da nova direção do BNB. “Há cinco meses praticamente, a direção do Banco do Nordeste está sem rumo, não tem confirmação do Governo Federal sobre o presidente do Banco, sobre os diretores do Banco e isso tem levado a uma verdadeira paralisia na atuação do BNB”, disse o coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB e Diretor do SEEB/CE, Tomaz de Aquino.


O coordenador explicou que o protesto foi feito em todos os estados no Nordeste e reafirmou que, se necessário, o SEEB/CE intensificará as manifestações. “Vamos fazer paralisações na direção geral do Banco que funciona no Passaré e vamos fazer paralisações na agência Centro, na agência Aldeota, no Interior, até que a nossa voz seja ouvida, até que os políticos desse estado e o governador cheguem até a presidente Dilma e exijam a nomeação da diretoria, para que o Banco volte a trabalhar em prol da comunidade nordestina”.


O Sindicato dos Bancários do Ceará está realizando também reuniões setoriais no Passaré desde a semana passada, mobilizando os funcionários para o grande DIA DO VERMELHO, que ocorrerá ainda neste semestre na praça Jader Colares. As reuniões são feita por bloco e contemplarão todos os ambientes que funcionam no Centro Administrativo Presidente Getúlio Vargas.