Sindicato cobra conclusão da reforma do BB de Banabuiú

8


O Sindicato dos Bancários do Ceará visitou a agência do Banco do Brasil de Banabuiú (250 km de Fortaleza) durante a última semana. Após um assalto em março do ano passado, a agência ficou completamente destruída com a explosão. O banco fez uma reforma completa e da agência encontra-se quase pronta, mas problemas com telefonia e alguns itens de segurança impedem a unidade de ser inaugurada e abrir para atender à população.


“Nós estamos cobrando da direção do BB mais agilidade em resolver os problemas dessa agência, pois ela já está toda reformada e esses entraves prejudicam os funcionários e a população, que precisa se deslocar para outras cidades para ser atendida”, afirmou Bosco Mota, diretor do Sindicato.


O dirigente ressalta ainda que é preciso tomar providências urgentes para levar mais segurança às agências do BB no Interior. Segundo levantamento do SEEB/CE, 18 agências foram alvos de explosões no Ceará em 2013. Dessas, 10 são do Banco do Brasil e oito do Bradesco – todas no Interior. “Isso prejudica muito a população, pois os moradores dos distritos próximos, muitos aposentados, tem que se deslocar, enfrentar 20 ou 30 km de viagem, muitas vezes em caminhões pau-de-arara, para poder resolver seus problemas no banco, como é o caso de Morada Nova, onde a população tem que se deslocar até Limoeiro do Norte para conseguir atendimento. E o pior, correndo risco de sofrer assalto na estrada”, analisa Bosco.


Até o dia 27/8, o Sindicato já contabilizou mais de cem ataques a bancos no Estado. Em 2012, essa marca só foi alcançada em outubro. A maioria dessas ações (64) ocorreram no Interior.