Sindicato cobra da diretoria do BNB soluções para demandas do funcionalismo

3


Em reunião ocorrida na última quinta-feira, 4/8, o Sindicato dos Bancários do Ceará cobrou da Diretoria Administrativa do Banco do Nordeste soluções para demandas do funcionalismo, dentre as quais destacam-se a implantação do programa de repactuação de dívidas, melhorias nos processos de concorrências internas e manutenção dos benefícios do Plano de Cargos e Remuneração (PCR).


A direção do BNB informou que está finalizando proposta de ação administrativa a ser levada à aprovação da Diretoria da Instituição visando implantar plano de recomposição de dívidas do funcionalismo, envolvendo operações de CDC, cheque especial e cartão de crédito, estimando o início da operacionalização para o mês de setembro. Adiantou que a medida prevê ajustes nos prazos e custos desses empréstimos de forma a amenizar o endividamento do corpo funcional.


O Sindicato reiterou suas críticas aos processos de concorrência interna para o preenchimento de funções comissionadas, principalmente quanto ao fato de a palavra final caber exclusivamente ao gestor do funcionário, o que vem inviabilizando a efetivação dos selecionados no processo. O Banco adiantou que promoveu alterações na CIN-Pessoal para assegurar a liberação compulsória dos aprovados nas concorrências quando a unidade de trabalho tiver com 80% de sua capacidade de lotação provida e há seis meses sem qualquer baixa no seu quadro de pessoal.


PCR – O Sindicato obteve da Diretoria Administrativa o compromisso de manter as promoções deste exercício retroativas a janeiro, enquanto procura solução para atender recomendação da Auditoria relativos à não geração de multas pelo pagamento de diferenças atrasadas das promoções.


Representaram o Sindicato na reunião os diretores Tomaz de Aquino e Carmen Araújo. Pelo BNB, a diretora Eliane Brasil e o Superintendente de Desenvolvimento Humano, Marcos Marinelli.