Sindicato cobra do BNB contraproposta para acordo na Ação de Equiparação

9


Mesmo com a liquidação da Ação de Equiparação em curso na 3ª Vara da Justiça do Trabalho de Fortaleza, o Sindicato dos Bancários do Ceará, autor do processo, continua se movimentando no sentido de encontrar no campo administrativo solução para essa demanda trabalhista. As duas iniciativas não são incompatíveis, acredita o SEEB/CE.


De acordo com esse entendimento, dirigentes do Sindicato reuniram-se com o presidente do BNB, dia 24/3, com a finalidade de cobrar mais uma vez proposta para a resolução do passivo trabalhista da Equiparação. Na reunião, o Sindicato, através de seus dirigentes, entregou ao Presidente do Banco documento em que reafirma sua disposição em debater proposta resultante de cálculos efetuados a partir de metodologia definida por ambas as partes, em audiência na justiça, ocorrida dia 29/8/2013.


Esses cálculos atualizados atingem o montante de R$ 364 milhões e são considerados apenas para efeito de acordo que venha resolver a pendência com brevidade, pois esse é o interesse da maioria dos beneficiários, manifestado em reuniões e assembleias convocadas pelo Sindicato para discutir o assunto.


Nessas assembleias e plenárias que o Sindicato realizou sempre foi concedida à direção sindical autonomia para prosseguir negociando com a direção patronal uma proposta de acordo, sem prejuízo da continuidade do processo de liquidação na Justiça. A maioria dos beneficiários confia na capacidade e no compromisso dos negociadores sindicais em encontrar as soluções que abreviem o deslinde dessa ação que se aproxima dos 25 anos de tramitação, dos quais cerca de 10 anos já na fase de execução e início de liquidação.


Por outro lado, o Sindicato continuará dispensando apoio jurídico a todos beneficiários, que venham a não aderir ao acordo porventura firmado entre as partes aprovado em assembleia, garantindo-lhes todas as condições de continuar pleiteando o valor integral a que têm direito na Justiça do Trabalho.


“O interesse do Sindicato é resolver satisfatoriamente e com brevidade essa pendência trabalhista, resguardando o direito de escolha dos beneficiários”
Tomaz de Aquino, diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará