Sindicato cobra do BNB cumprimento imediato de decisão judicial

19

O Sindicato dos Bancários do Ceará está cobrando do BNB o cumprimento imediato de sentença judicial que manda restaurar o benefício da licença-prêmio (LP) e indenizar ou gozar o atrasado, relativo ao período de 1997 até hoje. A decisão da Justiça transitou em julgado, o que significa que qualquer recurso será instrumento meramente protelatório.


O Sindicato vem exigindo a restauração do direito à LP desde que o benefício foi autoritariamente suprimido na gestão de Byron Queiroz. A postura firme de cobrança desse direito estendeu-se à atual administração do banco que, agora, não tem mais qualquer argumento para protelar o retorno dessa conquista a todos que foram lesados em seus direitos.


A licença-prêmio traduz-se pela aquisição de três meses de folga a cada cinco anos efetivamente trabalhados, podendo esse período ser gozado ou indenizado. Isso significa, em média, seis meses de direito adquirido.