Sindicato convoca assembléia dia 2/10 para definir greve

54

Em assembléia geral da categoria, realizada dia 27/9, os bancários do Ceará decidiram entrar em estado de greve a partir do dia 28/9. Caso as negociações com a Fenaban não avançarem, os bancários cearenses entrarão em greve, no próximo dia 3/10, por tempo indeterminado, seguindo orientação do Comando Nacional.


A decisão foi tomada na última quinta-feira, após a rejeição, pela categoria, da proposta da reajuste salarial proposto pela Fenaban de 4,82%, na última terça-feira. Os bancários exigem aumento salarial com ganho real – um reajuste de 10,3%, com ganho real de 5,5%. A categoria também reivindica a criação do piso nacional de R$ 1.628,24.

Assembléia – Para terça-feira, dia 2/10, o Sindicato convoca todos os bancários a participarem da assembléia geral da categoria, marcada para às 19 horas, na sede da entidade. Nessa assembléia será confirmada a greve por tempo indeterminado, a partir do dia 3/10, caso não aja avanços nas negociações com o patronato.


Os bancários reivindicam, além do ganho real do salário, maior Participação nos Lucros e Resultados (PLR), propõem dois salários mais um valor fixo de R$ 3.500,00. A categoria quer também a redução das taxas e tarifas para a sociedade em geral e a manutenção da cláusula 158 da Convenção Coletiva, que veta a demissão de funcionários sem motivos.