SINDICATO DEBATE O ATENDIMENTO BANCÁRIO DURANTE A PANDEMIA

36


O Sindicato dos Bancários do Ceará realizou dia 29/5, através de suas redes sociais, uma segunda live para debater o atendimento à categoria bancária durante a pandemia. Participaram do evento o presidente de entidade, Carlos Eduardo, a psicológa Margareth Oliveira e a advogada e representante da Comissão de Direitos Humanos da OAB/CE, Virgínia Porto.


O presidente do Sindicato, Carlos Eduardo, destacou que, mesmo em tempos de pandemia, a entidade não suspendeu sua atuação, pois participa ativamente do Comitê de Crise criado com a Fenaban para debater demandas dos bancários cearenses. Ele lembrou ainda que o Sindicato tem viabilizado canais de atendimento alternativos e remotos, tanto na área jurídica, quanto na área de saúde, além de disponibilizar um e-mail (bancariosce@bancariosce.org.br) para receber as demandas, denúncias e sugestões da categoria durante a pandemia. “O Sindicato manteve a sua atuação, mesmo em teletrabalho, mesmo virtualmente, sempre em defesa da nossa categoria. Conseguimos garantir várias medidas protetivas para resguardar os bancários e temos trabalhado também para atender a categoria da melhor forma possível”, disse.


A dra. Margareth Oliveira destacou que o Sindicato tem no momento dois serviços para dar apoio à saúde do bancário. O primeiro, o Plantão de Saúde, que o bancário pode ligar para o número 85 99155 2428, de segunda a quinta, das 9h às 12h, quando o bancário pode emitir CAT e tirar suas dúvidas sobre adoecimentos, sejam por Covid-19 ou outra doença. Ela destacou ainda o Plantão Psicológico, quando o bancário pode ter um atendimento exclusivo, de acolhimento, para lhe auxiliar e apoiar nesses tempos tão angustiantes de pandemia. O atendimento é agendado pelo número 85 99155 2428, também de segunda a quinta, das 9h às 12h. “É importante criar uma rotina de trabalho, hora de iniciar, hora de pausas – que são fundamentais – criar um local de trabalho em casa para tentar, minimamente, separar o que é trabalho e o que é casa, hora de terminar o trabalho. Isso é importante para criar essa rotina, para equilibrar o ‘home’ e o ‘office’”, disse a psicológa.


“Estamos passando por uma fase interessante no sentido de adaptação do Direito a essa nova realidade. Já estávamos passando por uma transformação desde 2017, quando da reforma trabalhista, quando toda a rede de proteção do trabalhador foi afetada. E esse período agora, que tem sido muito intenso, com mudanças nos protocolos de atendimento. Às vezes, quem está em home office é mais cobrado do que quando estava no ambiente de trabalho e é importante usar a tecnologia a seu favor. Documentar e registrar tudo o possível para evitar abusos e se resguardar nesse período”, alertou a advogada. O bancário também pode ser atendido pelo telefone 85 997657191 ou pelo email: juridico@bancariosce.org.br.


Quem não pôde assistir e desejar ver a live na íntegra, ela está disponível no Youtube (www.youtube.com/SEEBCE) ou no Facebook (facebook.com/bancariosce).