Sindicato desenvolverá ações para combater assédio moral no Banco

6


Após receber várias denúncias de assédio moral praticado no âmbito do BNB, o Sindicato dos Bancários do Ceará vai propor à Direção do Banco na próxima reunião de negociação a adoção de medidas preventivas e de orientação aos gestores de unidades operacionais da Instituição.


O objetivo do Sindicato é cobrar do Banco uma atitude mais presente no acompanhamento do clima organizacional das agências, principalmente em função do crescimento acelerado da rede operadora da empresa. Segundo avaliação do SEEB/CE, a direção do BNB pode até ter uma orientação geral de coibir excessos na gestão dos recursos humanos, mas provavelmente não está conseguindo passar essa mensagem à totalidade de seus gerentes.


O Sindicato rechaça qualquer ação do BNB, mesmo involuntária, que, em função de incrementar os negócios e o lucro da Instituição, redunde em perseguições, bullyng ou qualquer outro tipo de postura que cause constrangimento moral e profissional aos bancários. As denúncias nesse sentido, embora ainda localizadas, precisam ser imediatamente combatidas para evitar que alastrem e venham a comprometer a imagem da Instituição.


Por enquanto, as denúncias recebidas pelo SEEB/CE ficarão restritas ao conhecimento da área de Desenvolvimento Humano do Banco. Caso essa postura não seja combatida, as providências a serem tomadas pelo Sindicato poderão chegar até o nível judicial.