Sindicato do Ceará mobiliza bancários em defesa dos bancos públicos

17

      


O Sindicato dos Bancários do Ceará realizou durante o dia 27/10 um Dia de Luta em Defesa dos Bancos Públicos Federais e Contra a Privatização. Os bancários se concentraram pela manhã no coração de Fortaleza, a Praça do Ferreira, em frente ao edifício da Caixa Econômica Federal. No final da noite, a movimentação aconteceu num dos principais cruzamentos do Centro da capital, em frente a unidade do Banco do Brasil da Praça do Carmo.


Os diretores da entidade foram unânimes em enfatizar a importância do Banco do Brasil e da Caixa Econômica para o desenvolvimento do Nordeste e do Brasil e ressaltaram a necessidade da defesa dessas instituições como patrimônio da Nação e dos brasileiros.


Para a diretora do Sindicato e empregada da Caixa, Elvira Madeira, a Caixa Econômica é o principal agente das políticas públicas do governo federal. Ela lembrou que a Caixa é quem tem o menor juro e ajuda com investimentos no saneamento e infraestrutura. A diretora lembrou que a pedido do governo federal, foi a Caixa Econômica que ajudou as vítimas das enchentes no Sul e no Sudeste.


Carlos Eduardo Bezerra, presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará e funcionário do Banco do Brasil, afirmou que os bancários não lutam apenas em defesa dos bancos públicos, mas também contra o retrocesso do projeto neoliberal que queria vender as instituições financeiras públicas do País. “A Caixa e o BB têm o papel de garantir o financiamento dos projetos sociais e que um dos objetivos também é aumentar o horário de atendimento à população. Temos que continuar lutando pelo fortalecimento desses bancos como principais fomentadores do crescimento do Brasil”, concluiu.


Entidades sindicais e movimentos populares se unem em defesa das estatais e contra a privatização


Centrais sindicais, diversos sindicatos, movimentos populares e parlamentares estiveram juntos no último dia 28/10, na Praça Murilo Borges, em frente ao BNB/Centro, numa grande manifestação em defesa das estatais e contra as privatizações. Os discursos foram unânimes em enfatizar que o fortalecimento das estatais só foi possível graças ao projeto de governo em vigência no País atualmente.


Participaram da atividade diversos diretores do Sindicato dos Bancários do Ceará, além de parlamentares como o senador eleito José Pimentel (ex-diretor do SEEB/CE), o senador Inácio Arruda, o deputado federal José Guimarães, o deputado estadual Nelson Martins (ex-presidente da entidade), os presidentes da CUT e da CTB, respectivamente, Jerônimo do Nascimento e Jadson Sarto e o presidente do BNB, Roberto Smith, acompanhado de vários superintendentes do Banco.


Smith ressaltou em sua fala a importância do BNB para o desenvolvimento da região e destacou que o fortalecimento do Banco depende da continuidade do projeto de governo atual.