Sindicato dos Bancários cria Comissão Estadual dos Concursados

26

No último dia 18/5, o Sindicato dos Bancários do Ceará promoveu, em sua sede, uma reunião com os concursados do Banco do Brasil, do Banco do Nordeste e da Caixa Econômica Federal. Participaram do evento cerca de 121 aprovados. Além dos concursados, também estiveram presentes ao evento representantes das Gerências de Recursos Humanos dessas Instituições Financeiras. Os trabalhos foram coordenados pelo presidente do Sindicato, Marcos Saraiva. A principal deliberação do encontro foi a criação de uma Comissão Estadual dos Concursados, cujos membros serão convocados nos próximos dias para, junto com a direção da entidade, encaminhar as demais deliberações do evento.

Na oportunidade, os representantes dos bancos explanaram acerca dos temas: expectativas de preenchimento de vagas; acompanhamento e controle do preenchimento das vagas em cada instituição financeira; pró-convocação/posse dos convocados e prazo de validade dos concursos. Durante as informações prestadas pelos representantes dos bancos foi mencionada a expectativa de prorrogação dos prazos dos respectivos concursos na CEF e BNB e confirmação no BB, até 09/2007. Enfatizaram, também, a obrigatoriedade de cumprimento pelos bancos, de legislações específicas, antes de efetuar tais contratações.

No caso específico da CEF foi informado que existe um Termo de Ajuste de Conduta – TAC, firmado entre a Procuradoria Regional do Trabalho da 10ª Região e a Caixa, no qual estabelece a substituição de funcionários terceirizados. Isso deu novo ânimo aos concursados da Caixa, que vislumbram serem chamados em breve.

Nas intervenções da platéia foram feitos vários questiona-mentos, tais como em relação às discrepâncias dos números de concursados chamados nos estados. Os representantes dos bancos informaram que as estratégias e necessidades das empresas são distintas e que as convocações também atendem aos interesses das administrações.

Após os debates foram encaminhadas e aprovadas várias propostas e encaminhamentos pela plenária, dentre as quais se destacam: a realização de um grande ato de mobilização e um café da manhã com parlamentares federais do Estado. A Comissão Estadual dos Concursados, entre efetivos e suplentes, tem a seguinte composição: Leonardo Carvalho e Joaquim Paiva (Caixa); Adriana Gomes, Luis Gustavo, Túlio e Paulo Rogério (BB) e Levilson Araújo e Jefferson Carvalho representando os concursados do BNB.

Ao final da reunião, o diretor do Sindicato, Eugênio Bessa, propôs que a Comissão Estadual dos Concursados procurasse a interveniência da Procuradoria Regional do Trabalho da 7ª Região – CE, para que se implementasse a fiscalização do cumprimento do Termo de Acordo subscrito pela Caixa. Sugeriu que os concursados cobrassem da Procuradoria as mesmas providências quanto o BB e o BNB, uma vez que a população não dispunha de informações reais acerca do número de terceirizados nesses bancos e, ainda, que o tratamento deveria ser isonômico para as três instituições.