SINDICATO DOS BANCÁRIOS TOMA MEDIDAS PREVENTIVAS CONTRA O CORONAVÍRUS

24


O Sindicato dos Bancários do Ceará tomou medidas preventivas contra o coronavírus. Diante do potencial de contaminação e disseminação do vírus Covid-19 e com base nas orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde, do Governo Estadual e do comitê de crise Comando Nacional/Fenaban, o Sindicato altera, contingencialmente, o funcionamento da entidade e informa aos bancários sobre como proceder nesse período.


Todo e qualquer atendimento presencial realizado pelo Sindicato está, temporariamente, suspenso:

• DEPARTAMENTO JURÍDICO – plantões através do telefone (85 3252 4266) ou e-mail (juridico@bancariosce.org.br).


• SECRETARIA DE FORMAÇÃO – Curso CPA-20 e demais atividades com público estão suspensas.


• Filiações, recadastramentos, convênios, emissão de declarações e plano de saúde Unimed (orientações, informações, entrega de carteiras para conveniados) – informações via telefone 85 3252 4266 ou pelo e-mail bancariosce@bancariosce.org.br.


• SECRETARIA DE SAÚDE – Curso de paternidade que aconteceria dia 21/3 foi suspenso. Emissões de CAT’s (Comunicado de Acidentes de Trabalho) devem ser solicitadas por telefone 85 3252 4266 ou pelo e-mail bancariosce@bancariosce.org.br.


• SECRETARIA DE ESPORTE E LAZER – todos os campeonatos estão suspensos.


• Comissões de conciliação (CCV/CCP) estão suspensas.


• COMISSÃO NACIONAL DOS FUNCIONÁRIOS DO BNB (CNFBNB) – Atendimento por telefone 85 3252 4266 ou pelo e-mail cnfdobnb@gmail.com.


• SECRETARIA DE IMPRENSA – A Tribuna Bancária desta semana (edição 1611) será disponibilizada apenas no site e priorizaremos nossa comunicação através do Informe Bancário e das redes sociais. Acompanhe as informações e o boletim diário do Comitê de Crise no nosso site.


O Departamento Jurídico do Sindicato orienta ainda a toda a categoria que, em caso de necessidade de apresentação de atestados médico exista a indicação clara se o caso é de isolamento ou quarentena, tanto com relação aos próprios bancários como se relativo a seus familiares. Na situação de isolamento estão aquelas pessoas que não têm sintomas, mas que tiveram contato com amigos/familiares que foram contaminadas com o vírus, possibilitando o homeoffice. Na quarentena, a pessoa tem sintomas, mas não sabe se é o coronavírus. Nesse caso, não pode haver a exigência do homeoffice.


Se preferir, a categoria bancária pode ainda acessar as nossas redes sociais para informações e dúvidas: Instagram (@bancariosdoceara), Twitter (@bancariosce), Facebook (seebce), whatsapp (85 99129 5101), além do nosso site.