Sindicato e Contraf-CUT reclamam solução para o PCR na entrega da pauta específica

14


O Sindicato dos Bancários do Ceará compareceu à entrega da pauta específica dos funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), que aconteceu na última quinta-feira, 14/8, na sede administrativa do Passaré, em Fortaleza. As reivindicações específicas do funcionalismo foram entregues pela Contraf-CUT ao presidente do Banco, Nelson Antônio de Souza, com a presença da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB e de representantes de todas as bases e federações do Nordeste.


Na ocasião, o Sindicato dos Bancários do Ceará reclamou da morosidade do Banco em implementar o novo Plano de Cargos e Remuneração e cobrou medidas urgentes para reduzir as elevadas contribuições feitas pelos funcionários para a Camed, bem como soluções para o plano BD da Capef.


“A nossa expectativa é positiva quanto ao trabalho da nova gestão do Banco, respeitando o direito dos trabalhadores e trazendo novas conquistas para todos, pois durante os últimos anos, o canal de diálogo tem sido valorizado. Estamos em lados diferentes, mas temos os mesmos objetivos que é o melhor para todo o funcionalismo. Diante disso, esperamos uma grande campanha, vitoriosa, com um acordo aditivo satisfatório”, destacou o secretário geral da Contraf-CUT, Carlos de Souza.


O presidente da Fetrafi-NE e do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carlos Eduardo Bezerra, ressaltou a importância de valorizar também o papel de desenvolvimento do BNB, enfatizando o respeito às questões dos trabalhadores. “É preciso reconhecer a importância do BNB como um banco federal igual aos demais, assinando um aditivo que respeite as peculiaridades do Banco e de seus funcionários”, disse.


Nelson Antônio de Souza destacou a disponibilidade do Banco em negociar com os trabalhadores e definiu a pauta do funcionalismo como “coerente”. O presidente do BNB valorizou também a importância da mesa permanente de negociação e ressaltou que o não vai abrir mão de valorizar o papel de desenvolvimento do Banco.


Descumprimento de acordo – A Contraf-CUT, segundo informou o secretário-geral da entidade, Carlos de Souza, está orientando seus sindicatos a ajuizarem ação de descumprimento de acordo coletivo contra o BNB com relação ao não fornecimento do benefício do Vale Cultura, incluído no acordo aditivo durante a última campanha salarial e já fornecido por todos os demais bancos.


“A pauta específica do BNB foi aprovada no Congresso dos Funcionários realizado no final de maio, que contou com mais de 120 delegados representando todas as bases sindicais onde há funcionários do Banco. Mas nós elencamos algumas prioridades que precisamos resolver nesta campanha salarial, pois já vêm há muito tempo em debate, tais como: revisão do PCR, ponto eletrônico (uma solução para as constantes extrapolação de jornada, principalmente no Interior) e a situação da Camed e Capef ”

Tomaz de Aquino, diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará e coordenador da CNFBNB