Sindicato em negociação reivindica mais segurança e condições de trabalho

8


O Sindicato dos Bancários do Ceará se reuniu com o Banco do Brasil, reivindicando mais segurança nas agências do Interior, que têm sido alvos de ataques dos criminosos, cobrando melhores condições de trabalho nas agências bancárias e também cobrando efetivação dos caixas do PSO, de Fortaleza, bem como efetivação de funções.


A reunião ocorreu a pedido do Sindicato, no último dia 11/2, após o ataque ao BB de Novo Oriente, em que vários funcionários foram feitos reféns. A reunião aconteceu na Superintendência, com representantes da Super e Gepes, sendo o Sindicato representado pelo presidente Carlos Eduardo Bezerra e os diretores José Eduardo Marinho, de Saúde, e Bosco Mota. Na ocasião foi apresentado o novo regional do BB em Fortaleza, Fábio Pereira.


Segurança – Foram apresentadas as questões de segurança das agências de Novo Oriente e Cariús, esta última teve arrombamento no período do carnaval. O Sindicato reivindicou ao BB que mantenha fechada a agência de Novo Oriente, até que todas as medidas de segurança privada e públicas, e todos os itens de segurança da agência sejam restabelecidos.  Essa agência tem sido alvo de ataques recorrentes, com registro de sete ataques. Por solicitação do Sindicato, o BB anunciou que a agência vai ficar fechada e está dando assistência aos bancários, através do Programa de Apoio às Vítimas de Assalto e Sequestro, inclusive orientando na realocação dos bancários em outras agências.


No BB de Cariús, após o recente arrombamento na agência, o Sindicato cobrou que a unidade só reabra quando estiver restabelecido o plano de segurança da unidade, com todos os itens da Lei 7.102, de 1983. O banco anunciou que manterá a agência fechada até o pleno restabelecimento do plano de segurança, como foi reivindicado.


Condições de trabalho – O Sindicato recebeu denúncias de problemas na climatização no BB da Praça do Carmo, essa agência já passou por várias paralisações, e pediu providências. O BB respondeu que está encaminhando a efetivação do funcionamento pleno de toda climatização da unidade. O Sindicato alertou que, caso isso não ocorra, pode ensejar paralisações na agência novamente, e isso vale para qualquer agência com esse problema. O Sindicato quer é solução.


A agência do BB em Maracanaú também registrou problemas de climatização, irregularidade constatada pelo diretor do Sindicato, Moacir Melo, que esteve no dia 11/2 na unidade. O dirigente sindical reconheceu a necessidade de fechamento da agência e colocou que a mesma só poderia ser reaberta com restabelecimento da climatização. O BB respondeu ao Sindicato que até o fim desta semana estará com todo equipamento regularizado e funcionando normalmente.


Efetivação de funções – O Sindicato cobrou do BB a efetivação de caixas que vem substituindo de forma permanente e também a efetivação de gerentes de módulos. O banco respondeu que já aprovou a efetivação de 14 caixas e também 5 caixas foram nomeados gerentes de módulos.

O Sindicato avalia como positivo o resultado da reunião, mas vai continuar vigilante e cobrando sempre melhores condições de trabalho para os bancários do BB.