Sindicato entrega primeiro lote da ação do anuênio de mais de R$ 300 mil

7


O Sindicato dos Bancários do Ceará fez a entrega dos valores liberados na Justiça para o pagamento do primeiro lote de beneficiários da ação de anuênio dos funcionários do Banco do Brasil. A entrega dos cheques aos benefi-ciários do primeiro lote, aconteceu na sede do Sindicato, no último dia 12/12 (quinta-feira).


Para o presidente do Sindicato, Carlos Eduardo Bezerra, “nós estamos comemorando essa vitória com os funcionários do Banco do Brasil, que começam, antes do Natal deste ano, a receber seus direitos usurpados pelo banco desde 1999. Vamos trabalhar muito mais para vermos a liberação dos outros lotes da ação o quanto antes”.


O diretor do Jurídico do SEEB/CE, Gustavo Tabatinga, afirma que “apesar de todos os esforços do Sindicato para uma solução deste passivo através de mesa de negociações, a intransigência do Banco do Brasil nos levou ao caminho de execução trabalhista. O Sindicato está vigilante e este é apenas o primeiro pagamento de vários outros desmandos que o BB tem feito”.


Segundo José Eduardo Marinho, diretor do Sindicato, “as liberações de outros lotes vão continuar e o Sindicato fará contato com os beneficiários”.


A ação ajuizada pelo Sindicato consta de 84 execuções, separadas por lotes de 20 bancários cada um, no total de aproximadamente 1.680. “Nas próximas semanas, mais outros três lotes estão para ser liberados dentro da ação do anuênio do BB e nós faremos o contato com os beneficiários”, completou o diretor do Sindicato, Ribamar Pacheco.

O alvará concedido ao Sindicato pela Justiça foi do valor incontroverso, ou seja, o valor que não está sendo discutido judicialmente – superior a R$ 300 mil para esse primeiro lote de 17 bancários (para três beneficiários a Justiça informa que o direito prescreveu).  O Sindicato apresentou um valor e o BB informou um valor menor contestando. Esse valor que o banco confessa que realmente deve, o Sindicato requereu e foi liberado pelo juiz da 1ª Vara do Trabalho de Fortaleza.


Histórico da Ação do Anuênio do BB – Em 1998, o Banco do Brasil retirou o anuênio de todos os funcionários. Diante disso, o Sindicato entrou com uma ação na Justiça requerendo o retorno do benefício – a ação foi ganha em todas as instâncias. Quanto aos valores atrasados, compreendidos entre o período de 1998 a maio de 2009, está em fase de execução, sendo distribuídos em lotes, com 20 bancários cada um, compreendendo 84 execuções.


O Sindicato ressalta que é importante neste momento que os bancários mantenham seus cadastros atualizados para que a entidade possa entrar em contato com os beneficiários.


As atualizações cadastrais podem ser feitas através do telefone (85) 3252 4266 ou pelo site: www.bancariosce.org.br/filiacao_atualizacao.php.