Sindicato entrega relatório com indicações para novos credenciamentos

41

Na última quarta-feira, dia 23/1, o Sindicato dos Bancários do Ceará entregou ao setor de recursos humanos do Bradesco uma proposta de ampliação do atendimento do Bradesco Saúde, plano de saúde dos funcionários.


Desde agosto de 2007, diretores do Sindicato visitaram diversas agências do Interior e de Fortaleza colhendo as indicações dos bancários de clínicas, hospitais, laboratórios e médicos para serem credenciados junto ao Bradesco Saúde. Foram feitas 396 indicações de 9 cidades-pólo do Interior, além das indicações de Fortaleza. O relatório foi entregue ao gerente regional do Ceará Francisco Aquilino e ao coordenador do Banco Postal no Estado, Breno Lacerda.


A situação do plano de saúde foi agravada com a aquisição do Banco do Estado do Ceará (BEC) em dezembro de 2005 pelo Bradesco. Com a compra, cerca de 860 ex-becistas passaram a integrar o Bradesco Saúde, que não aumentou o número de médicos credenciados. Durante negociação com a direção do Bradesco, em São Paulo, o SEEB/CE reivindicou do banco o compromisso de ampliar as opções do plano de saúde.


“Nossa luta é para que o Bradesco amplie a sua rede de conveniados, incorporando novos médicos e hospitais para atender dignamente todos os funcionários do banco, incluindo os ex-becistas. O Sindicato fez um amplo trabalho para coletar indicações e assim, melhorar o atendimento a todos os bancários do Bradesco”, afirmou o presidente do Sindicato, Marcos Saraiva. E completa: “um banco lucrativo como o Bradesco tem plenas condições de investir na saúde dos seus trabalhadores e um trabalhador saudável é um bem para todos: ele produz mais e melhor, além de conseguir prestar um bom atendimento à população”.


O Bradesco se comprometeu a analisar o relatório entregue pelo Sindicato e buscar o credenciamento dos indicados. “Vamos ficar atentos a esse processo e cobrar agilidade do Bradesco nesses credencia-mentos porque hoje a deficiência do atendimento é muito grande”, afirmou o diretor do Sindicato, Robério Ximenes.