Sindicato lança Campanha Nacional 2013 com grandes mobilizações

16


O Sindicato dos Bancários do Ceará fará o lançamento da Campanha Nacional 2013, no Centro de Fortaleza, no próximo dia 16/8, com concentração na Praça do Carmo, às 16 horas. Os bancários, seus familiares e amigos estão sendo convidados a participar dessa manifestação. O lançamento desenvolverá o tema da Campanha #Vempraluta, bancário! Nesse dia, a concentração começa por volta das 16 horas, com um ato público no local, seguido de caminhada pelas ruas do Centro. Seguindo o calendário de mobilizações da Campanha 2013, o Sindicato fará no dia 20/8, passeata percorrendo as principais agências da Aldeota, tais como Banco do Nordeste, Bradesco, Santander, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Itaú e HSBC, fazendo a mobilização da categoria e mostrando à sociedade as manobras dos banqueiros. Ao final haverá concentração no cruzamento das Avenidas Santos Dumont com Desembargador Moreira, às 16 horas.


Para o presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carlos Eduardo Bezerra, é importante a mobilização da categoria para fortalecimento da luta em defesa das reivindicações da categoria. “É importante também a conscientização dos clientes, da sociedade como um todo, para a campanha salarial dos bancários ser bem sucedida”, completou.


“Estamos apostando na mobilização dos bancários e, como fazemos todos os anos, estamos sensibilizando a sociedade. Sabemos que a campanha deste ano pode ser mais difícil do que as anteriores, mas com a mobilização da categoria, com a sua capacidade de luta, vamos rumo às conquistas”, acrescentou.


Este ano, a expectativa do movimento sindical é de os banqueiros usarão como desculpa a inflação, a queda dos juros, entre outras falácias, para não atender as reivindicações da categoria. No entanto, os lucros dos bancos continuam crescendo no Brasil e seus ganhos acumulados não têm precedentes na história. “Esse embate será um desafio, mas com certeza teremos os bancários do Ceará participando da Campanha e fortalecendo nossa unidade”, finalizou Carlos Eduardo.