Sindicato paralisa atividades na agência José Bastos por uma hora

31

Diretores do Sindicato dos Bancários do Ceará (SEEB/CE) escreveram, na quarta-feira, 28/5, mais um capítulo da Campanha Acorda BB, promovida pela Contraf-CUT e sindicatos filiados. As atividades da agência José Bastos, em Fortaleza, foram paralisadas por uma hora como forma de protesto às precárias condições de trabalho e ao péssimo atendimento no local.


Os clientes apoiaram a iniciativa do SEEB/CE e ressaltaram a importância desse tipo de manifestação para se conseguir mudar a realidade de descaso nos bancos públicos do Brasil. Já os bancários da agência mostraram interesse em somar com o Sindicato nessa luta. Muitos aproveitaram a ocasião para relatar aos representantes da categoria problemas enfrentados no dia-a-dia daquele local de trabalho.


Para o diretor do Sindicato e vice-presidente da FETEC/NE, Carlos Eduardo, “o êxito da campanha depende de cada um dos bancários, principalmente dos que estão nas agências, convivendo diariamente com os clientes”. Ele comentou ainda que “se hoje estamos paralisando as atividades, é para que amanhã possamos dar um melhor atendimento aos clientes do Banco do Brasil”.


Segundo o diretor do SEEB/CE, Aílson Duarte, “o tratamento dado aos consumidores é reflexo do tratamento dado aos funcionários”. Ele lembrou que o ato também integrava a série de manifestações pela redução da jornada de trabalho de oito para seis horas diárias. A representante do Coletivo de Mulheres do Sindicato e diretora do BB, Ana Ximenes, criticou a organização do sistema financeiro, que privilegia o lucro em detrimento das condições de trabalho.


O diretor do Sindicato e funcionário do BB, Bosco Mota, afirmou que “a mobilização continuará até a direção do Banco do Brasil mudar a sua postura, pois tanto clientes quanto funcionários querem ter motivos para comemorar nesses 200 anos de banco”.