Sindicato realiza ato pela jornada de seis horas no Banco do Brasil

33

O Sindicato dos Bancários promoveu quinta-feira, dia 11/8, atos em duas agências do Banco do Brasil na avenida Bezerra de Menezes, no Bairro São Gerardo, pela jornada de seis horas. A reivindicação pelas seis horas de jornada foi uma deliberação do último Congresso dos Funcionários do Banco do Brasil, realizado em São Paulo, nos dias 9 e 10/7.


O funcionário do BB e diretor do SEEB/CE, José Eduardo, “todas as funções devem ser de seis horas. Isso está pautado para ser discutido com o Banco do Brasil, só que o banco mais uma vez cria comissões, extingue comissões e vocês que estão comissionados hoje podem ser os descomissionados de amanhã”, explicou.


O diretor conclamou os trabalhadores a não se intimidarem e procurarem o Sindicato, caso sofram qualquer tipo de pressão. “Não podemos achar que a empresa é a mãe, o pai, o espírito santo. Temos que saber que estamos vendendo nossa força de trabalho”.


José Eduardo disse ainda que o Banco do Brasil é um dos bancos que mais descumprem a legislação relativa à segurança no município de Fortaleza. “Nós não temos biombos nos caixas que individualizem o atendimento. Quem entra ou sai do caixa hoje com dinheiro, pode ser um futuro óbito que vai fazer parte da estatística da PM”, afirmou.