Sindicato recebe visita do novo Superintendente e cobra soluções de demandas

8


Na última quarta-feira, 22/6, o novo Superintendente do Banco do Brasil no Ceará, Castro Júnior, visitou a sede do Sindicato dos Bancários, acompanhado do gerente da Gepes, Valdemar Neves e do gerente de administração da Super/BB, Duilio Benício. Eles foram recepcionados pelo presidente do SEEB/CE, Carlos Eduardo Bezerra e pelos diretores/funcionários do BB, José Eduardo Marinho e José Valdir.


Na ocasião os dirigentes do Sindicato deram as boas vindas e aproveitaram a visita para apresentar demandas locais e ouvir do novo mandatário suas impressões e opiniões sobre o modelo de gestão.


A pauta debatida foi bastante ampla, passando por agências explodidas (insegurança bancária), agências fechadas, estruturas físicas, contratação, processos administrativos, transformação dos PAA’s e o novo modelo de atendimento. O Sindicato cobrou ainda um cronograma para agências que estão sem atender, pois isso causa grandes problemas para os municípios que estão sem a atividade do banco.


O Sindicato apontou também vários problemas físicos em dependências no Interior e na Capital, mas salientou que o diálogo com o gerente do PSO na Capital tem sido acertivo e temos conseguido avançar nas soluções.


O Sindicato externou ainda sua preocupação quanto à elevação no número de processos administrativos, inclusive informando que mesmo sendo proibido por instrução interna do BB, vem realizando as defesas classistas dos colegas bancários.


Nova reunião foi pré-agendada para o mês de julho tendo como pauta o novo modelo de atendimento digital, que tem causado grande apreensão junto aos funcionários do BB.


Lei de segurança – A entidade informou ao novo super a existência em vários municípios das leis de segurança bancária – que tem patrocínio desse Sindicato e que servem para minimizar algumas condições de insegurança – tanto para a população como para a categoria.


“A conversa foi proveitosa, conseguimos tratar sobre vários assuntos e esperamos que continuemos com a boa linha de diálogo para resolver os problemas locais dos colegas do BB”

José Eduardo Marinho, diretor do Sindicato e funcionário do BB