SINDICATO RECUPERA MAIS DE R$ 31 MILHÕES PARA BANCÁRIOS EM 2019

29


Durante o ano de 2019, o Departamento Jurídico do Sindicato dos Bancários do Ceará recuperou um total de R$ 31.016.789,32 para o bolso dos trabalhadores bancários, referentes a direitos restituídos através de ações judiciais individuais (R$ 18.041.429,48) e coletivas (R$ 12.975.359,84).  Este balanço ressalta a importância do trabalho desenvolvido pelo setor na defesa dos direitos dos trabalhadores e no fortalecimento da categoria.


No total, foram beneficiados 703 bancários (471 em ações coletivas e 232 em ações individuais), envolvendo bancos e financeiras como Banco do Brasil, Domus, BV Financeira, BNB, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Santander e Itaú. Foram realizadas, ao longo do ano, 549 audiências, com 280 ações ajuizadas no ano passado e no cômputo geral, 2.523 ações em tramitação até o dia 31 de dezembro.


Mesmo com a reforma trabalhista, que dificultou o acesso dos trabalhadores à Justiça do Trabalho, a cada ano mais bancários e financiários vêm buscando o Departamento Jurídico no sentido de garantir seus direitos, o que vem se refletindo nos números relativos ao ano de 2019.


O Jurídico do Sindicato oferece, diária e gratuitamente, a oportunidade de consultas, assistência judicial nos processos, suporte em defesas administrativas e judiciais, suporte em ações individuais e coletivas. O Departamento funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h, com advogados e estagiários para prestar atendimento ao bancário, tirando dúvidas, recebendo documentação, consulta a processos etc.


“Estamos vivendo um período de exceção com ataques diretos do atual governo contra a organização dos trabalhadores e a própria Justiça do Trabalho. O fortalecimento dos sindicatos é a grande trincheira de luta que ainda temos para assegurar ou recuperar direitos retirados e nesse contexto a atuação do Jurídico do Sindicato é indispensável”
Tomaz de Aquino, diretor de Assuntos Jurídicos Coletivos do Sindicato


“O papel do Sindicato, como guardião dos direitos, é realizado em todas as frentes, seja na luta ou em outros espaços. É neste sentido que a atuação do nosso Jurídico desempenhou ao longo de 2019”
Roger Medeiros, direto de Assuntos Jurídicos Individuais do Sindicato