Sindicato repudia e exige fim do assédio moral praticado por gerentes

11


Após a condenação da Caixa Econômica Federal a pagar indenização a dois empregados, por assédio moral praticado pela gerente da agência de Tianguá(CE), o Sindicato dos Bancários do Ceará volta a alertar os bancários para que denunciem,  pois gerentes de agências da Caixa estão saindo da postura esperada de um gestor. Colegas estão sendo constrangidos por seus chefes, principalmente com assédio moral. O Sindicato questiona: essa postura é orientação da empresa ou gerentes estão agindo por conta própria, tomando para si o chicote?


“Bicho bruto” e “Baixim invocado”-  O Sindicato exige da direção da Caixa providências para por fim a essas práticas, ou a empresa poderá pagar caro, a exemplo dos casos de assédio moral na agência de Tianguá/CE, que renderam processos na justiça. A Primeira Turma do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará condenou a Caixa a pagar indenização de R$ 50 mil para dois empregados apelidados pela gerente daquela agência de “bicho bruto” e “baixinho invocado”. Além dos apelidos, os funcionários também alegaram que sofriam constantes ameaças e cobranças excessivas no trabalho.


Para o relator do processo no TRT, desembargador Emmanuel Furtado, ficou comprovado que a Caixa, por meio de sua gerente, assediou moralmente os trabalhadores. Segundo o magistrado, as cobranças excessivas, bem como o tratamento inadequado dispensado aos funcionários por meio de apelidos vexatórios “constituem práticas ilegais, que implicaram em afronta à dignidade e à honra dos trabalhadores”. Da decisão, cabe recurso.


Assédio também na Mister Hull – Mas os casos de assédio moral não ficam por aí. A gerente da agência da Caixa Mister Hull, que agora é gerente na Aldeota, no ano de 2012, mandou um bancário levar um grupo de 15 clientes, pela mão, até um correspondente bancário próximo à agencia, para serem ali atendidos. O bancário negou-se a cumprir a ordem, por não ser obrigado pelas normas da Caixa. O bancário passou a ser perseguido, segundo ele, inclusive ficou proibido de utilizar a copa da agência, até mesmo para beber água. Ele ficou doente, se afastou para tratamento psicológico, usa medicamentos tarja preta até hoje e mudou de agência. Não denunciou na época, mas procurou o Sindicato para correr atrás dos seus direitos.


Assédio na agência da Aldeota – A mesma gerente assediadora da agência Caixa Mister Hull, agora gerente na Aldeota, continua agindo contra os colegas. Na semana passada, ela indagou a um bancário se ele queria se aposentar.  Diante da sua negativa, a mesma disse que ele estava transferido para agência do Bom Jardim. O empregado está sendo perseguido e assediado.

O Sindicato agirá de todas as formas para barrar essa transferência, inclusive, solicitou uma audiência com a Superintendência da Caixa, mas até o fechamento desta edição a reunião não tinha acontecido.

Bancários denunciem! Assédio moral é Crime.


“O Sindicato já vem recebendo denúncias contra gerentes da Caixa, de casos de constrangimento, perseguição e assédio moral, seja por cobrança de metas e todo tipo de pressão. Essa condenação da Caixa pelo Tribunal Regional do Trabalho reforça a nossa orientação de que é preciso denunciar e exigir punição para o assediador ”
Marcos Saraiva, diretor do Sindicato e membro da CEE/Caixa