Superávit deve melhorar benefícios

28

Os Diretores da PREVI, Francisco Alexandre (Administração) e José Reinaldo (Investimentos) estiveram em Fortaleza no último dia 15/3, para divulgar os resultados do balanço de 2005, que registrou um superávit de R$ 9,1 bilhões. Nesta ocasião os diretores do Sindicato dos Bancários do Ceará entregaram um documento solicitando que o superávit se transforme em benefícios para os associados.

Durante a apresentação dos resultados, algumas melhorias foram divulgadas pelos diretores tais como a redução das contribuições de todos os funcionários, a nova PP valerá desde dezembro de 2005 e passará a ser reajustada nos meses de setembro pelo índice de reajuste salarial – será eliminado o descasamento; o Estatuto da Previ, resgatado parcialmente pela atual diretoria, já garante eleição para três das seis diretorias (Planejamento, Administração e Seguridade), e foi aprovada a criação de conselhos paritários para os dois planos de benefícios da Previ; além do retorno, nos próximos 90 dias, do financiamento imobiliário suspenso desde 1994.

Redução de despesas no BB – O Banco do Brasil anunciou um programa de redução de custos e implantação de diversas medidas para melhorar o índice de eficiência operacional, aprovado recentemente pelo Conselho Diretor. O BB também quer que as diretorias e unidades apresentem plano de redução de custos até o dia 31 de março, com a redução de 10% na sua estrutura de custos, sendo no mínimo 50% desse montante no quadro de pessoal. A Comissão de Empresa e os Sindicatos solicitaram à direção do banco a imediata suspensão desta decisão e uma reunião de emergência para discutir o assunto.