Temer promete mais R$ 10 bi para deputados aprovarem sua proposta

15


A verba seria destinada para finalização de obras em redutos eleitorais dos parlamentares que votarem a favor da proposta do governo; dinheiro viria da própria “economia” gerada com a aprovação das mudanças.


O governo golpista Temer tenta de qualquer forma angariar votos de deputados para que a reforma da Previdência seja aprovada na Câmara. Para isso, uma das suas últimas cartadas foi prometer que parte da “economia” gerada pelas mudanças das regras de aposentadoria seria destinada para deputados que votarem a favor da medida.


A ideia do governo ilegítimo é destinar cerca de R$ 10 bilhões para a finalização de obras em redutos eleitorais de quem votar pela reforma, mitigando assim o impacto eleitoral negativo decorrente de votos favoráveis a um projeto que afasta milhões de brasileiros da aposentadoria pública. As informações são de Julio Wiziack e Daniel Carvalho, da Folha de S.Paulo.


Para a economista Denise Lobato, professora e pesquisadora da UFRJ, o governo Temer, ao invés de combater o alegado “rombo” nas contas da Previdência, está criando um déficit por meio de sua política recessiva, de congelamento dos investimentos públicos, arrocho salarial e corte de direitos dos trabalhadores. De acordo com a economista, é essencial para a Previdência que se lute por uma política macroeconômica que seja desenvolvimentista, voltada para o pleno emprego, para o retorno da recuperação da renda e dos postos de trabalho.