Um ano de conscientização e defesa de direitos

3


A Secretaria de Igualdade e da Diversidade, criada na atual gestão do Sindicato dos Bancários do Ceará, realizou em 2016 uma série de atividades priorizando a defesa e conscientização dos direitos das mulheres, assim como de todos aqueles que sofrem com a injustiça social.


Para nortear as atividades da Secretaria, foi realizado no dia 27/2, um planejamento estratégico abordando temas como questão de gênero e igualdade de oportunidade, combate à discriminação por orientação sexual, inclusão e acessibilidade e combate à discriminação de raça e etnia.


No dia 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, o Sindicato participou da programação oficial em comemoração à data, realizado na Praça do Ferreira, e colaborou com a parte cultural do evento, com stand e apresentação da peça “O Nascimento de uma Rosa”, com as atrizes Bia Menezes e Ana Patrícia. Baseada na frase da filósofa e economista marxista Rosa de Luxemburgo: “por um mundo onde sejamos socialmente iguais, humanamente diferentes e totalmente livres”, a peça fazia alusão a temas como saúde, violência contra a mulher, igualdade de oportunidades, entre outros direitos, de maneira popular e interagindo com as pessoas na Praça.


Durante o mês de abril, a Secretaria de Igualdade realizou um ato de repúdio às declarações do deputado federal Jair Bolsonaro, durante a votação do impeachment na Câmara, dia 17/4, exultando os torturadores da ditadura militar. No dia 6 de maio foi realizado na sede do Sindicato um grande ato contra a postura do deputado e homenageando cearenses que lutaram contra a ditadura.


Em setembro, as bancárias participaram do projeto “Unidas e Livres: Unidas na Luta e Livres na Vida”, oficina promovida pela Secretaria Sobre a Mulher Trabalhadora da CUT/CE. O tema foi violência e saúde da mulher, envolvendo militantes do ramo financeiro e de outros ramos cutistas, como servidoras públicas, professoras, comerciárias e metalúrgicas.


A tradicional Caminhada Rosa também fez parte da programação da Secretaria da Igualdade e da Diversidade que levou à Av. Beira Mar, no dia 23/10, uma grande caravana de mulheres bancárias. A Caminhada encerra as atividades do Outubro Rosa e mostra a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.


Durante o ano, a Secretaria ainda levantou o debate sobre temas importantes como o fim da cultura do estupro e o combate à violência doméstica.