Uma referência de luta em defesa dos direitos dos trabalhadores

40

Este ano, o Sindicato dos Bancários do Ceará completou 75 anos de existência, dia 21/2, marcados pela luta constante em defesa da nossa categoria e todos trabalhadores. Além de ser um momento festivo, leva-nos também à reflexão sobre a importância do Sindicato para concretizar os direitos da categoria, bem como avançar em mais conquistas. Nessa reflexão, os bancários devem levar em conta a sua capacidade de lutar e de resistir às investidas dos patrões.


Grandes desafios foram enfrentados pelo Sindicato dos Bancários ao longo dos seus 75 anos. Os empregados dos bancos públicos e privados atuam junto com a entidade em busca de melhores condições de trabalho, garantia de emprego e reajustes dignos de salários. Isso tudo sem esquecer a melhoria da qualidade do atendimento aos clientes e usuários dos bancos.


O Sindicato dos Bancários do Ceará é uma referência na história do sindicalismo nacional, sempre trilhando sua trajetória dentro dos princípios da democracia e igualdade de direitos.


O Sindicato dos Bancários, como prega seu presidente Marcos Saraiva – “é corporativo: corporativo com os trabalhadores e com a sociedade”, e sempre esteve presente e atuante nas principais bandeiras de lutas da categoria bancária e de todos os trabalhadores, como também nas grandes lutas de transformação democrática do nosso País, como: o Estado Novo de Getúlio Vargas, a ditadura militar, as Diretas Já, o impeachment de Collor, contra as demissões do governo FHC, pela eleição do Presidente Lula, a luta contra privatização do BEC, entre outras, sempre com o objetivo de buscar melhorias para a categoria e para o povo brasileiro.


O Sindicato sempre esteve à frente das denúncias contra a irresponsabilidade social dos banqueiros para com a sociedade, fazendo contraste entre os altos lucros dos bancos e o atendimento precário que presta aos clientes.