Unibanco não se pronuncia e bancários ameaçam parar por conta própria

26

A direção do Unibanco segue mantendo o silêncio com relação às reclamações dos bancários referentes às mudanças profundas no pagamento da Remuneração por Resultados, anunciadas no dia 2/1. A resolução, unilateral e sem consulta aos bancários, elimina o pagamento da RR caso ela seja inferior à PLR. O mesmo se aplica no caso inverso: a PLR não será paga em 2007 se o valor conquistado for menor que a RR do bancário.

O golpe que o Unibanco está tentando aplicar está deixando o pessoal furioso. Os bancários estão ligando para o Sindicato e querendo parar as agências por conta própria.

O movimento sindical tentou contato durante a quinta-feira, dia 4/1, com a direção do banco, mas que não obteve resposta. Os salários pagos pelo Unibanco estão entre os mais baixos do mercado e eles ainda estão querendo reduzir a RR e a PLR. Os bancários estão dizendo que trabalhar de graça não dá.