Unibanco promove onda de demissões em todo o País

16

O Unibanco, numa atitude que parece e muito com a de um banco, está promovendo uma onda de demissões pelo País. Os bancários estão assustados com a onda de demissões, que já levou dezenas de empregos no Centro Administrativo do Unibanco (CAU), e em várias partes do País.


As justificativas dadas pelo banco para as demissões são ridículas e passam por palavras vazias como “oxigenação, reestruturação”. Na verdade são desculpas que soam vagas quando se trata de funcionários com mais de quinze anos de casa, que dedicaram boa parte de suas vidas para o crescimento da empresa, apresentaram resultados ‘A’ e ‘B’ nas últimas avaliações de performance, e em alguns casos, ainda apresentam histórico de afastamento por LER/DORT. Falta ao Unibanco uma administração coerente, séria e responsável.


Segundo o diretor do SEEB/CE e funcionário do Unibanco, Alex Citó, “essa atitude só confirma que a atual política de RH do Unibanco é desumana e desrespeitosa e que por trás dela está mais um interesse do banco, que é implementar a substituição dos funcionários de seis horas por funcionários de oito. Esses novos empregados ganham salários menores e trabalham em piores condições. O que precisamos e queremos são melhores condições de trabalho e mais respeito”, finaliza.