Vote Chapa 6 para manter solidez da Previ

15

O Sindicato dos Bancários do Ceará apoia representantes de fato comprometidos com interesses dos participantes do fundo de pensão do Banco do Brasil. Responsável pelo patrimônio previdenciário de quase 200 mil pessoas, a Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil – Previ vem traçando uma trajetória de crescimento. É a manutenção dessa solidez que está em jogo nas eleições para os cargos de Administração e Fiscalização e para os conselhos consultivos dos planos de Benefícios 1 e Previ Futuro. O pleito vai até dia 29 e o Sindicato indica voto na Chapa 6 – Unidade na Previ.


Desde 2002, o Previ Futuro rendeu 342% para uma meta atuarial de 280%, ou seja, 22% maior que o esperado. A Previ vem com boa gestão, aumentou a governança corporativa e rendeu acima da meta atuarial nos últimos 10 anos, graças à participação dos funcionários na administração, apoiados pelos seus sindicatos, entidades de aposentados e associações de funcionários. É importante manter essa direção.


Entre as propostas da Chapa 6 está a criação de um novo benefício com contribuições do banco baseadas na PLR, para ambos os planos (Previ 1 e Previ Futuro). Ninguém leva os rendimentos da PLR para a aposentadoria, mas com a nova contribuição, as aposentadorias poderão até ser maiores que os salários da ativa.

Previ Futuro – Para o plano Previ Futuro, a Chapa 6 defende o resgate das contribuições patronais. Hoje, o direito às patronais só é permitido por meio da portabilidade – ou seja, quando o participante migra para outro fundo de pensão – ou para pagar dívidas com a própria Previ. “Isso é injusto, as pessoas têm de poder resgatar o volume de recursos que quiserem. Claro que preservando o benefício de risco, que é o fundo solidário que custeia necessidades de trabalhadores inválidos para o trabalho ou pensionistas”.


Propõe também a redução ainda maior da taxa administrativa, que já caiu de 5% para 4%, e da taxa de risco. Essas reduções seriam revertidas para os planos que, com a boa gestão que a Previ demonstrou nos últimos 10 anos, vão garantir aposentadoria melhor. O Previ Futuro é um bom plano, onde a contribuição paritária de 7% pode chegar a 17% e as projeções técnicas de evolução média dos salários, idade de entrada e saída do banco e tempo de contribuição pelo INSS indicam soma de benefícios, oficial e Previ, superior ao salário da ativa.

Previ 1 – Para o Plano de Benefícios 1 a Chapa 6 propõe, entre outras coisas, aumentar o teto de benefícios, que hoje é de 90%, para 100%; criar um teto de benefícios correspondente ao salário de um diretor do banco; reduzir o valor da parcela Previ que é utilizada nos cálculos e, assim, aumentar o benefício; e incorporar o BET (Benefício Especial Temporário) como permanente.