Bancários do Santander protestam contra compensação de horas dos jogos da Copa

48

Nesta terça-feira, dia 6/12, os bancários do Ceará protestaram contra a postura do Santander que insiste em compensar as horas não trabalhadas durante os jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo.

Em reunião no comitê do banco, o Santander informou que avaliou os argumentos do movimento sindical, porém a decisão será mantida. Mesmo diante da insatisfação dos trabalhadores. “É um momento de descontração da população brasileira, e a reivindicação do abono das horas não trabalhadas é totalmente possível de ser atendida por um banco que lucra tanto aqui no país com a força de trabalho dos seus empregados”, lamenta Lucimara Malaquias, coordenadora da COE Santander.

“Ao não atender o justo pedido dos trabalhadores, em um momento que deveria ser de descontração e não preocupação com compensação, o Santander comprova que só defende a flexibilidade e a modernização da jornada de trabalho quando é do interesse do banco. Esta decisão só reforça o ‘jeitinho Santander’ de explorar os trabalhadores no Brasil”, critica Lucimara.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here