Banco do Brasil: Reunião com o SESMT e a Gepes BB destaca importância dos exames periódicos e da saúde mental

433

Na última quarta-feira, dia 8 de março, o Sindicato dos Bancários do Ceará esteve reunido com representantes da Gepes Nordeste 2 e o Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) do Banco do Brasil para tratar sobre demandas do funcionalismo.

Entre os destaques da reunião, que aconteceu na sede do Sindicato, estão os exames periódicos de saúde (EPS) e a saúde mental do funcionalismo do BB.

O Sindicato abordou, principalmente, a situação da saúde dos funcionários do BB no Estado, sobretudo no que tange à realização dos exames periódicos de saúde (EPS), para que o funcionário possa se organizar melhor e não ficar com exames pendentes.

Exames Periódicos

Os exames periódicos de saúde são exames ocupacionais que as empresas realizam com o objetivo de acompanhar a saúde dos funcionários. A médica do trabalho do BB no Ceará, dra. Marília Fernandes, reforça que, tendo como base a data do último exame realizado, o funcionário tem um ano para realizar novos exames que são fundamentais para que o banco faça esse acompanhamento de saúde do funcionalismo. Em Fortaleza e na região metropolitana, os funcionários contam com a CliniCassi e o agendamento dos exames pode ser feito diretamente pelo site da Cassi (www.cassi.com.br), fazendo o login e acessando o item Saúde Ocupacional.

Já para os funcionários do Interior, o BB contratou a empresa Serges, que vai passar em todas as agências do interior do Estado para fazer o agendamento dos exames periódicos ao longo do ano. As agências serão informadas por e-mail da visita da empresa.

A dra. Marília esclarece ainda que os exames complementares não são mais obrigatórios para a conclusão dos EPS. “Permanece a possibilidade do funcionário obter as guias, isentas de co-participação, junto ao site da Cassi, mas como exames de promoção da saúde, não mais como uma obrigação do exame periódico”. A exceção são os atendentes da CRBB que precisam fazer audiometria. Ela completa: “é importante que o funcionário procure saber a data do exame do ano passado e não deixe ultrapassar um ano do último exame e procurem antecipar seus exames para que não haja um acúmulo no fluxo de pessoas nos dois meses finais do ano”, alerta.

“A nossa expectativa é que os colegas possam entender a importância da realização desses exames, que possamos ter mais gente fazendo esses EPS, tendo o monitoramento da sua saúde, além de identificarmos o que precisa mudar nas condições de trabalho dentro do banco para melhorar a saúde do funcionalismo”, destacou o presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carlos Eduardo.

Saúde Mental

Durante a reunião foram tratadas ainda questões sobre o ambiente de trabalho e os representantes do Sindicato destacaram a preocupação com a saúde mental dos funcionários, pois as demandas recebidas pela entidade apontam que a saúde mental do bancário é que tem mais sofrido com o cotidiano de trabalho no banco. A representação do BB informou que dispõe de duas plataformas que podem garantir atendimento psicológico ao funcionalismo.

A dra. Marília explica que o programa, que completou aniversário em outubro de 2022, é composto por cinco pilares e que um deles é o apoio psicológico. Ela ensina que, caso necessite, o funcionário deve acessar sesmt.intranet.bb.com.br, clicar em Programa de Saúde Mental, procurar o pilar Apoio Psicológico e selecionar a plataforma que deseja (Vittude ou Wellz).

O funcionário tem direito a quatro sessões de psicoterapia online gratuitas por mês, por meio dessas plataformas, onde há diversos psicólogos cadastrados que atendem em dias e horários variados, inclusive à noite e fim de semana. “Essas opções são interessantes para quem gosta da modalidade online, como também se tornam acessíveis para os colegas que moram em cidades que não têm credenciados em psicoterapia pela Cassi”, esclarece a dra. Marília.

“A nossa preocupação é com a saúde dos colegas do Banco do Brasil, seja em atendimentos psicológicos ou de ordens físicas. Precisamos de uma Cassi cada vez mais forte, um Sesmt que faça sua devida prevenção, para que a saúde esteja sempre em primeiro lugar. Os problemas de saúde mental têm ganhado um destaque negativo. Precisamos enfrentar os problemas e a prevenção é uma das melhores formas de abordagem”, avalia o secretário de Imprensa do Sindicato, José Eduardo Marinho.

Participaram pelo Sindicato, o presidente da entidade Carlos Eduardo e o secretário de Imprensa, José Eduardo Marinho. Pelo banco estiveram presentes, o gerente regional da Gepes Nordeste, Marcelo Barquet, o assessor em Gestão de Pessoas, Pedro Manoel, a médica do trabalho no Ceará, Dra. Marília Fernandes, a chefe do SESMT Norte/Nordeste, Lenita Hamon e a auxiliar de enfermagem do trabalho no Ceará, Lueyna Silva.

Fonte: SEEB/CE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here