Breves

78

Trabalhadores brasileiros desprotegidos

O sistema de proteção aos trabalhadores brasileiros é um dos piores do mundo. E a situação pode piorar caso a Reforma da Previdência, em tramitação na Câmara dos Deputados, seja aprovada. De acordo com levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em parceria com o Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), a taxa de cobertura do auxílio é baixa e vem caindo nos últimos anos, apesar do aumento no número de desempregados. Para piorar, o texto da “reforma” da Previdência prevê que ações contra o INSS deixarão de ser analisadas pela Justiça Estadual, e passarão exclusivamente pela Justiça Federal. As varas federais estão presentes em apenas 5% dos municípios brasileiros. Além disso, os efeitos da Medida Provisória (MP) 871/2019, aprovada em junho, que institui mais um “pente-fino” nos benefícios concedidos, deve fazer com que ainda mais pessoas sejam obrigadas a buscar colocação no mercado de trabalho em condições precárias de saúde.

 Campanha #UniSororidad reforça luta contra feminicídios

Mulheres do Brasil, Argentina e Uruguai se unem numa campanha para manifestar e mostrar resistência contra a violência. Com o nome #UniSororidad, o movimento acontece no dia 25 de cada mês, com início em novembro, pela rede social Twitter e reúne informações e protestos sobre a realidade do gênero na sociedade. A Contraf-CUT apoia a campanha. A campanha foi definida no último encontro da Rede Uni América Mulheres, no qual se constatou que é extremamente importante reforçar a luta de combate à violência contra a mulher. O objetivo é sensibilizar e dar ainda mais visibilidade contra este grave problema e salientar a importância de ações efetivas para o combate à violência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here