Chapa 1 – Previ para os Associados defende uma gestão com segurança

14

Até o próximo dia 26/4, os associados da Previ podem votar nas eleições para renovação de cargos da Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil. A Tribuna Bancária Podcast fez um episódio ouvindo os candidatos da Chapa 1 – Previ para os Associados: o atual diretor de Seguridade, Wagner Nascimento, e o presidente do Sindicato, José Eduardo Marinho, que concorre ao Conselho Deliberativo. Veja aqui um pouco do que foi essa conversa sobre a importância da participação dos trabalhadores na gestão da Previ. Para ouvir todo o episódio e as propostas da Chapa 1 – Previ para os Associados, acesse o Spotify do Tribuna Bancária Podcast.


Tribuna Bancária – Qual cargo você está colocando seu nome à disposição para a eleição da Previ na Chapa 1 – Previ para os Associados?

Wagner – Eu atualmente sou o diretor de Seguridade da Previ e estou concorrendo a reeleição, junto com os demais colegas da Chapa Previ para os Associados, para manter a continuidade do trabalho da nossa gestão – uma gestão séria – e também trazendo renovações, como o nosso companheiro José Eduardo Marinho, presidente do Sindicato do Ceará. Hoje ele é do Conselho Fiscal da Previ e agora está concorrendo a uma vaga no Conselho Deliberativo, que vai reforçar bastante aquele colegiado.

José Eduardo – Acima de tudo, queremos demonstrar o compromisso que temos com os nossos associados, aquilo que nós já entregamos na atual gestão e o que pretendemos dar continuidade nesse futuro próximo. Tanto os colegas do Previ Futuro quanto do Plano 1 estão muito bem representados nessa Chapa – temos componentes tanto da parte associativa quanto do movimento sindical, que está todo em conformidade com essa Chapa. Nós queremos construir um plano de previdência olhando para o futuro, mas sabendo da nossa responsabilidade com o Brasil já que a Previ é um dos maiores fundos de previdência da América Latina e já temos 120 anos de história.

A Chapa 1 tem um slogan muito interessante: nossa Previ segura e no caminho certo. O que isso significa?

Wagner – Quando falamos de uma Previ segura é porque sempre defendemos a Previ de todas as ameaças, seja de governo ou de mercado. Muita gente aproveita um momento de polarização política para falar sobre interferência de governo, só que uma das maiores ameaças que nós temos à Previ é interferência do mercado financeiro. Hoje, na Previ, nós temos uma gestão qualificada que são associados dos planos da Previ, então nós temos essa característica do olhar do dono e isso para nós faz uma diferença muito grande. Tem gente que defende uma gestão de mercado, mas é essa gestão paritária que dá segurança à Previ. Nós temos uma gestão moderna e competente feita pelos próprios associados.

José Eduardo – Foi a gestão paritária que criou esse equilíbrio, o olhar do dono por dentro da nossa gestão. As intervenções que aconteceram na Previ na década de 90, nós víamos a ingerência do governo à época, inclusive em alguns momentos era retirado o dinheiro dos colegas e as pessoas ficavam sem nenhum tipo de reserva para o pagamento das suas pensões caso fosse necessário. Aquilo sim era um risco. E esse olhar da gestão paritária também protege contra esses possíveis riscos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here