Comando dos Bancários aprova Consulta Nacional à categoria

26

O Comando Nacional dos Bancários se reuniu nesta quarta-feira (10/4), na sede da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em São Paulo, e definiu a temática das conferências estaduais e regionais, o questionário e o período de realização da Consulta Nacional à categoria bancária.

“A Consulta Nacional permite que a gente entenda os anseios da categoria e as conferências nos ajudam a ampliar e aprofundar o debate sobre os principais temas que afetam o dia a dia de trabalho nos departamentos e agências bancárias e também aqueles que envolvem toda a sociedade”, explicou a presidenta da Contraf-CUT e coordenadora do Comando Nacional, Juvandia Moreira. “Vamos colocar em debate pontos como a isenção de imposto de renda sobre a PLR e a tributação dos super-ricos, e queremos saber o grau de endividamento da categoria. São alguns dos pontos que podem contribuir com a melhoria de vida da categoria”, completou.

A presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e também coordenadora do Comando Nacional, Neiva Ribeiro, ressaltou a importância da Consulta Nacional para o fortalecimento da campanha e da categoria. “A participação expressiva das bancárias e bancários na consulta é o pontapé inicial da Campanha Nacional. O debate alcança todo o país e unifica a categoria em torno das principais questões de interesse dos trabalhadores”, disse. “Ela nos dá o rumo para a definição das estratégias de ação e mobilização da luta coletiva, rumo à manutenção de nossos direitos e obtenção de novas conquistas”, completou.

Antes do início dos debates, a socióloga do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Adriana Marcolino, apresentou o cenário socioeconômico do país que, segundo ela nos mostra uma conjuntura em rápida transformação, com diversas questões sociais, políticas e climáticas que trazem mudanças estruturais em todo o mundo.

“A democracia liberal atravessa uma grande crise no Brasil e no mundo, com crescimento da extrema-direita e ampliação das desigualdades devido às reformas neoliberais e os impactos políticos, econômicos e sociais”, disse a socióloga.

Conferências

Das 11 federações que fazem parte do Comando Nacional dos Bancários, 10 já defiram as datas de suas conferências. Elas começam a ser realizadas a partir do dia 26 de abril, em Santa Catarina e seguem até o dia 25 de maio, no estado de São Paulo (veja abaixo o calendário e os principais temas que serão debatidos).

Temas

  • Aumento real e ampliação de direitos;
  • Menos metas, mais saúde. Fim do assédio moral;
  • Representação do Ramo Financeiro;
  • Inclusão digital, avanços tecnológicos e impactos nos empregos, em geral, e trabalho bancário;
  • Redução da taxa de juros para induzir o crescimento econômico e geração de emprego e renda;
  • Reforma tributária: tributar os super ricos e ampliar a isenção do IR na PLR;
  • Fortalecimento das entidades sindicais e da negociação coletiva, apoio à nova legislação sindical;
  • Ampliação da sindicalização.

Consulta Nacional

“A Consulta Nacional às bancárias e bancários é um importante instrumento da campanha nacional da categoria. Todas as bancárias e todos os bancários podem e devem responder ao questionário, que ajuda a definir as prioridades e os anseios dos trabalhadores”, disse Juvandia.

Da semana que vem até o dia 27 de maio a categoria pode começar a responder o questionário, que será disponibilizado para respostas por meio eletrônico e, para as entidades que preferirem, em PDF para ser impresso e levado até os trabalhadores em seus locais de trabalho. Assim que a Consulta estiver disponível nós divulgaremos massivamente para a categoria através de nosso site e redes sociais.

Fonte: Contraf-CUT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here