Eleição da Cassi começa hoje, 15/3: chapas 6 e 33 querem fortalecimento e expansão de rede credenciada

21

Coordenar a condução do participante a uma rede credenciada de clínicas, laboratórios e hospitais de referência à Estratégia Saúde da Família (ESF), de forma a tornar mais eficientes os gastos com a saúde da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (Cassi), sem deixar de fortalecer e melhorar a atenção básica à saúde dos participantes.

Essa é uma das propostas das chapas 6 e 33 “Cassi para os Associados”, formadas por candidatos com autonomia em relação ao Banco do Brasil, para concorrer nas Eleições Cassi2024, que começam nesta sexta-feira (15/3), para os cargos na Diretoria de Planos de Saúde e Relacionamento com Clientes, Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal, da entidade.

“Queremos o fortalecimento e expansão das CliniCassi e da rede credenciada, com a contratação de médicos especializados. A rede, especialmente nas cidades e regiões mais afastadas das capitais, deve resolver os problemas básicos de saúde dos participantes, de acordo com o perfil de saúde dos assistidos, conforme a Estratégia Saúde da Família”, explica Alberto Alves Junior, candidato da chapa 6 para Diretoria de Planos de Saúde e Relacionamento com Clientes.

A Estratégia de Saúde da Família faz parte da construção da Atenção Primária à Saúde (APS). É a coordenação de um conjunto de ações, incluindo equipes multidisciplinares de médicos e especialistas, para promoção da prevenção, proteção, diagnóstico precoce, tratamento e reabilitação da saúde dos participantes.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), ao lado de entidades sindicais, associativas e de aposentados, declarou apoio às chapas 6 e 33 nas eleições da Cassi.

“Essa proposta sobre a rede de credenciamento, por exemplo, é uma demanda dos participantes da entidade, trabalhadores do Banco do Brasil e da Cassi e seus familiares”, explica Fernanda Lopes, coordenadora da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), ligada à Contraf-CUT.

Veja a seguir as principais propostas da chapa 6 (Diretoria de Planos de Saúde e Relacionamento com Clientes e Conselho Deliberativo) e chapa 33 (Conselho Fiscal):

• Integração da saúde do trabalhador com a Atenção Primária, fortalecendo a prevenção em saúde no ambiente de trabalho junto ao Banco do Brasil.
• Atenção à saúde da mulher, com desenvolvimento de programas específicos.
• Assessoria qualificada e melhoria nos processos relacionados a autorizações e reembolsos.
• Redução de coparticipação para participantes vinculados à Estratégia da Saúde da Família (ESF) e Rede Referenciada.
• Defender uma Cassi para todos, com a filiação de funcionários de bancos incorporados.
• Expansão da Telessaúde, baseada na Estratégia Saúde da Família para o interior.
• Fortalecimento da presença da Cassi em todos os estados brasileiros, apoiando autogestões locais em busca de benefícios mútuos.
• Rede Referenciada da ESF integrada à CliniCassi, incluindo clínicas, laboratórios e hospitais de qualidade (expansão da rede credenciada).
• Debate amplo sobre atualizações na tabela e benefícios da Lista de Materiais e Medicamentos Abonáveis Cassi (Limaca), integrante da política farmacêutica.

Clique aqui para acessar o site da campanha das chapas 6 e 33 “Cassi para os Associados” e conheça todos os candidatos e as propostas das chapas.

Fonte: Contraf-CUT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here